Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Volvo XC60, V60 e S60 queimam óleo e conserto custa até R$ 57.000

Os donos de Volvo reclamam que o consumo excessivo de óleo é um problema conhecido, mas que se manifesta nos carros que já estão fora da garantia

Por Waldez Carmo Amorim 4 out 2021, 08h31
Volvo XC60
Defeito aparece nas versões T5 dos diferentes modelos da marca Christian Castanho/Quatro Rodas

Alguns Volvo, sedã S60, perua V60 e SUV XC60, nas versões T5 equipadas com o motor Drive-E estão consumindo óleo acima do normal. O médico Samuel Boschi, de Balneário Camboriú (SC), dono de um XC60 T5 2014, relata que seu SUV passou a consumir 1 litro de óleo a cada 2.500 km. Segundo Boschi, um informativo distribuído à rede de concessionárias dos EUA e do Canadá, no dia 15 de novembro de 2017, diz que a Volvo constatou um defeito nos anéis localizados nos pistões.

Clique aqui e assine Quatro Rodas por apenas R$ 8,90

“Mas, apesar desse comunicado técnico (identificado como TJ Instruction VCC-492577-1), ao levar meu carro à concessionária, me informaram que é um defeito crônico e que, como o carro já está fora da garantia, me apresentaram o orçamento de R$ 57.000 para trocar o motor”, conta o médico.

Em nosso levantamento, encontramos também proprietários de modelos de anos anteriores aos citados no boletim da fábrica. É o caso do contador Danilo Higasi Sales, de São Paulo (SP), dono de um Volvo XC60 T5 2011.

  • “Ao levar o carro à concessionária por causa do óleo abaixando, disseram ser no turbocompressor, mas depois falaram se tratar de um vazamento na parte superior do motor e pediram R$ 30.000 pelo reparo”, afirma Danilo.

    Continua após a publicidade
    volvo s60
    Acervo/Quatro Rodas

    Na oficina especializada Swedish Auto Tech, de São Paulo, o problema é um velho conhecido, como relata o sócio-proprietário Jonatas Julião. “Atendemos uma média de cinco carros por mês com o problema, que pode ter quatro causas”, diz .

    De acordo com Julião, há duas causas relacionadas à passagem indevida do lubrificante para a câmara de combustão causada por problema nos anéis raspadores dos pistões ou falha na vedação dos retentores das válvulas.

    A terceira ocorre devido ao respiro do motor estar avariado e, por isso, o óleo no estado de vapor não retornar completamente para o cárter na forma líquida. E a quarta causa é que o consumo de óleo pode ocorrer por um problema na linha de lubrificação do turbocompressor e haver perda do lubrificante. O valor do conserto varia de R$ 25.000 a R$ 30.000 e demora um mês”, explica o especialista.

    Questionada, a Volvo não respondeu até o final do prazo que demos para o fechamento desta matéria.

    Os proprietários reclamam

    “Ao levar o carro à concessionária, me informaram que é um defeito crônico do motor Drive-E e, como meu carro estava fora da garantia, apresentaram o orçamento de R$ 57.000 para trocar o motor.”
    Samuel Boschi, médico, Balneário Camboriú (SC), dono de um Volvo XC60 T5 R-Design 2014

    “O consumo excessivo de óleo nos motores Drive-E pode ocorrer de quatro formas, problemas nos anéis raspadores, nos retentores de válvulas, no respiro do motor ou no turbocompressor.
    Jonatas Julião, proprietário da Swedish Auto Tech, oficina especializada em Volvo de São Paulo (SP)

    Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital

    Capa 749
    Arte/Quatro Rodas
    Continua após a publicidade
    Publicidade