Clique e assine por apenas 8,90/mês

Usar a posição N dos carros automáticos em descidas é bom ou ruim?

Só é bom para quem gosta de gastar dinheiro em posto de combustível e oficinas

Por Redação - Atualizado em 29 Maio 2018, 20h42 - Publicado em 8 jan 2016, 13h11
BMW M5
Câmbio é automático, com oito marchas Divulgação/BMW

Algumas pessoas ainda usam o ponto morto em descidas longas para economizar combustível. Se isso for feito em um carro automático, com o câmbio na posição N, pode danificar o veículo? –  André Marçal Guerreiro, São Bernardo do Campo (SP)

Para começar, não é verdade que carro na banguela gasta menos. Isso foi fato no passado, quando os veículos tinham carburador.

Nos motores com injeção eletrônica, o combustível é cortado quando o carro desce uma ladeira engatado, pois o movimento das rodas já aciona os cilindros. Se o motorista desengatar o veículo na descida, a injeção tem de funcionar para manter o motor girando.

 

Continua após a publicidade

Quanto ao risco de danos de trafegar com a transmissão automática na posição N, ele existe.

Nesse caso, a bomba hidráulica de fluido da caixa de câmbio vai trabalhar com uma rotação baixa, o que não é ideal para a correta lubrificação dos componentes internos.

Segundo Gerson Burin, coordenador técnico do Cesvi Brasil, isso acontece porque a rotação da bomba interna de óleo é garantida pela rotação do motor do veículo. O correto é sempre manter o veículo engatado ao descer uma rampa: é melhor para a segurança e melhor para o consumo.

Publicidade