Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Tira risco e descalcificante Indy

O produto deveria eliminar os arranhões da pintura, mas só removeu manchas de água

Por Fernando Garcia Atualizado em 22 abr 2021, 23h04 - Publicado em 30 dez 2014, 15h46

teste-de-produtos teste-de-produtos

Quem faz questão de deixar seu carro impecável dificilmente escapa de dois vilões. O primeiro são os pequenos riscos da pintura, provocados por chaves, unhas ou raspões de retrovisores. O outro são as manchas nos vidros, provocadas pela chuva ácida, mistura de gotas de água com gases poluentes. Para acabar com o primeiro, há os líquidos tira-riscos; para o segundo, os removedores de manchas. E se houvesse um produto que fizesse os dois? Ele existe e se chama Tira Risco & Descalcificante Indy, da Start, e custa R$ 18,90.

Mas será que ele consegue mesmo ser bom nas duas funções? Para descobrir a resposta, fomos

testá-lo na Marques & Marques, oficina com mais de 35 anos de experiência em polimento e espelhamento de pintura. Para avaliar seu poder de remoção de manchas nos vidros, usamos um Nissan Sentra 2012 cujo vidros estavam todo cobertos de manchas de água e também de spray de verniz, que, segundo especialistas, é ainda mais difícil de remover em relação às marcas de água calcificada.

Só que há um detalhe: as instruções pedem que se use, nesse caso, uma esponja de lã de aço da própria Start para aplicar o produto no vidro em movimentos circulares e com pressão moderada. “Ele removeu as marcas de água e até do spray de verniz, mas quem fez mesmo o serviço foi a lã de aço. Fizemos o mesmo sem usar o produto e deu certo”, diz o polidor Paulo Francisco da Silva. “E tome cuidado: não utilize aquelas lãs de aço de lavar louça, senão risca. E nunca passe a esponja na pintura.”

Depois foi a vez de avaliar a remoção dos riscos. Mas um olhar atento na embalagem já criou uma desconfiança: ele se chama tira-risco, mas também diz que “suaviza pequenos riscos”. Na dúvida, convocamos uma Jetta Variant 2009 preta que apresentava leves arranhões em toda a carroceria.

Continua após a publicidade

Seguindo a embalagem, espalhamos o produto na área danificada com uma flanela. Só que os riscos não desapareceram. Alguns foram suavizados, como aqueles em volta da maçaneta da foto acima. Outros, nem isso, como o que está na própria maçaneta. Repetimos a operação, desta vez com maior pressão, e nada mudou. Conclusão: você não precisa do produto para as manchas no vidro e os riscos só são suavizados, e mesmo assim os mais discretos.

CUMPRE O QUE PROMETE – EM TERMOS

O produto suavizou apenas os riscos muito discretos na pintura. As marcas de água e verniz grudadas nos vidros do carro foram retiradas, porém mais por conta do uso da esponja de aço do que do produto.

ONDE ENCONTRAR

http://www.startquimica.com.br

PEDE QUE A GENTE TESTA

Você gostaria que testássemos algum produto ou equipamento? Então escreva para 4rodas.abril@abril.com.br

Continua após a publicidade

Publicidade