Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Renovadores de volante

Avaliamos três produtos que prometem melhorar a aparência gasta e envelhecida do volante

Por Fernando Garcia Atualizado em 22 abr 2021, 23h04 - Publicado em 30 dez 2014, 15h51
especialista

Cedo ou tarde, os volantes acabam perdendo sua textura original, resultado do ácido úrico liberado pelas mãos e do atrito com a pele. Para piorar, a exposição ao sol acelera esse desgaste. Pensando nisso, alguns fabricantes apostam em produtos específicos para renová-los a um custo médio de R$ 30 o kit, que ainda inclui lixa, aplicador e luva. Dependendo do estado, é possível renovar mais de um volante. Pode ser uma boa economia, considerando que o volante novo de um popular custa de R$ 150 a R$ 300, sem mão de obra.

Para avaliar o desempenho deles, selecionamos três das marcas mais vendidas no mercado: Ferkauto, Xavieryssis e Lubsil. Levamos os três para um teste na Cristalcarve Renovadora de Veículos, com mais de 20 anos de experiência em lavagens e conservação automotiva. “Recomendo sempre usar avental e luvas. Antes da aplicação, lave bem a área danificada do volante e aplique somente num ambiente quente e arejado, para secagem rápida”, explica o especialista Márcio Fernandes.

Quem também participou do teste foi o usuário Jackson Garcia, que fez o teste no Fiat Uno de seu filho, cujo volante apresentava sinais avançados de desgaste. “De modo geral, fiquei impressionado com os resultados dos três produtos.”

O ESPECIALISTA

Márcio Fernandes, 48 anos, empresário há mais de 20 anos comanda a Cristalcarve Renovadora de Veículos, empresa especializada em lavagens e conservação
automotiva, que atende de populares a carros de luxo.

Continua após a publicidade

O USUÁRIO

Jackson Garcia, 59 anos, supervisor financeiro, nunca ouvira falar dos renovadores de volante e quase não acreditou no que produtos tão simples podiam fazer.

AVALIAÇÃO
Xavieryssis ESPECIALISTA USUÁRIO(A)

A escolha do ESPECIALISTA

R$ 30

NOTA: 8,5 NOTA: 8,5
xavieryssis.blogspot.com.br “O produto é muito bom. Ele é mais espesso e consegue cobrir melhor as fissuras do desgaste do volante. Mas, dependendo do estado da peça, um potinho não é suficiente. Não tem cheiro forte, tem um aplicador muito prático e secagem rápida.” Pró: aplicador com suporte prático Contra: embalagem simples “Assim como os demais, não deixa um forte odor e tem aplicação simples. Para volantes mais gastos, um pote não é suficiente. No fim, gostei do resultado, pois deu uma boa melhorada no volante.”
Ferkauto ESPECIALISTA USUÁRIO(A)

R$ 25

NOTA: 8 NOTA: 8
ferkautoparts.com.br “Dá um acabamento muito bom e possui secagem rápida, igual ao primeiro colocado. Mas perdeu 0,5 ponto por ser muito líquido. Por isso, é preciso aplicar várias vezes até preencher as maiores imperfeições. Mas o resultado também foi ótimo.” Pró: vem com tonalizante para deixar a cor mais próxima à do volante. Contra: produto menos espesso “O desempenho foi bem próximo ao do Xavieryssis, exceto pelo rendimento: foram mais demãos até atingir o resultado desejado. Mas conseguiu cobrir todas as imperfeições de nível médio.”
Lubsil ESPECIALISTA USUÁRIO(A)

R$ 33

NOTA: 7,5 NOTA: 7
cerasgrandcar.com.br “É o que tem o frasco com maior quantidade, mas é um pouco mais ralo, exigindo mais produto para cobrir as imperfeições. Em volantes com desgaste avançado, não cobre bem as fissuras. O ideal é para volantes que estão no início do desgaste.” Pró: embalagem caprichada Contra: não é bom para volantes mais gastos “É bem líquido e, por isso, são necessárias várias aplicações. Mesmo assim, ele não cobre bem as fissuras. O resultado é ótimo para volantes mais esbranquiçados, nos quais só a superfície foi afetada.”
Continua após a publicidade

Publicidade