Clique e assine por apenas 8,90/mês

O inibidor de airbag desliga as bolsas laterais e de cortina?

Leitor questiona se mecanismo para proteger crianças afeta os outros passageiros

Por Rodrigo Ribeiro - 7 jan 2019, 09h00
O airbag do passageiro do Prius pode ser desativado usando a chave Renato Pizzutto/Quatro Rodas

Após ler a matéria do Toyota Prius de Longa Duração na edição de julho, fiquei com uma dúvida: o inibidor de airbag desativa também as bolsas laterais e de cortina?- Marcelo Guimarães, Ribeirão Preto (SP)

Segundo a Toyota, não. Porque os airbags laterais e de cortina não são um perigo para as cadeirinhas infantis, ao contrário dos dianteiros.

Mesmo que o airbag frontal esteja desligado, os laterais funcionam normalmente Euro NCAP/Divulgação

O airbag do passageiro pode disparar a mais de 300 km/h e, para piorar, como o assento deve ser montado de costas para o painel, é comum que ele fique encostado na tampa do insulflador, o que elimina o espaço para a bolsa se inflar corretamente e intensifica sua força contra a criança.

Nos modelos mais populares o desligamento do airbag é feito usando a própria chave do veículo — no caso do Prius do Longa Duração, tal mecanismo gerou certa confusão.

Continua após a publicidade
As crianças devem ficar em cadeirinhas feitas de acordo com sua idade e peso Skoda/Divulgação

Em carros mais caros a desativação é automática e usa um sensor de peso no banco do passageiro. Quando ele mede qualquer índice que não corresponda a um adulto, ele desliga automaticamente a bolsa frontal.

Melhor atrás

Apesar desses mecanismos de produção, a recomendação de todas as empresas é de colocar as crianças nos assentos traseiros, sempre com cadeirinhas homologadas e adequadas à idade de cada um.

O ideal é que os suportes infantis sejam afixados usando o sistema Isofix ou Latch. Mas como ainda são poucas as cadeirinhas com esse equipamento, é possível fixá-las no próprio cinto de segurança do assento.

Publicidade