Há proporção ideal entre gasolina e etanol em carros flex?

Vale adiantar: varia de acordo com o projeto do motor do seu carro

Chevrolet Onix Motor 1.4 SPE/4, da Chevrolet, é flex

Motor 1.4 SPE/4, da Chevrolet, é flex (Christian Castanho/Quatro Rodas)

Se o motor flex não é otimizado nem para gasolina nem para álcool, há uma proporção de mistura ideal? – WILLES ROBERTO BANKS, por email.

Não existe um número ideal para todos os motores biocombustíveis do mercado, como explica Fábio Ferreira, diretor de produto da Bosch.

A eficiência do motor é dada primeiramente pela sua taxa de compressão. Como o etanol é um combustível que tem melhor desempenho nos motores com taxas mais altas, ele tende a render melhor quando elas são acima de 11,5:1.

É por isso que alguns modelos serão um pouco mais eficientes no álcool e outros, um pouco mais na gasolina. O novo motor 1.4 TFSI flex do Audi A3 nacional, por exemplo, tem taxa de 10:1.

 

Já o motor 1.6 16V flex do Hyundai HB20 apresenta taxa de 12:1. Para não ficar na dúvida, consulte a ficha técnica no manual de seu carro.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s