Existe um limite para instalação dos faróis auxiliares (milha)?

A regra vale para carros de passeio e comerciais leves. Infração pode render multa

Jeep No Brasil, esse monte de faróis não pode, não!

No Brasil, esse monte de faróis não pode, não! (Divulgação/Jeep)

Quantos faróis auxiliares (também conhecidos como milha) posso instalar? Em que posição do veículo? – Eduardo Maia, por e-mail

No máximo dois faróis em carros de passeio ou comerciais leves, segundo legislação brasileira. Não há restrição em relação ao posicionamento das luzes, desde que sempre apontadas para a frente.

Mas não dá para sair transformando qualquer carro em árvore de Natal.

“O proprietário deve verificar com o fabricante do equipamento se ele atende às normas técnicas”, explica a Valeo, fabricante de faróis.

No facelift de 2010, perdeu quebra-mato e faróis de milha Os faróis de longo alcance (milha) do último CrossFox ficavam juntos dos faróis de neblina, mas só um deles funcionava de cada vez

Os faróis de longo alcance (milha) do último CrossFox ficavam juntos dos faróis de neblina, mas só um deles funcionava de cada vez (Marco de Bari/Quatro Rodas)

Uma restrição é que as luzes auxiliares de longo alcance devem ser vinculadas ao farol alto do carro.

Elas podem ser acionadas simultaneamente com o facho alto (como ocorre no CrossFox) ou só terem seu funcionamento liberado quando o farol alto é travado – solução adotada pelos modelos Adventure da Fiat.

A instalação elétrica deve ser feita por especialistas, para evitar danos aos cabos originais do carro e até curtos-circuitos.

Caso o veículo seja parado em uma blitz com os faróis irregulares, o motorista pode receber uma multa gravíssima, que dá 7 pontos na CNH e custa R$ 293,70. Além disso, o veículo pode ser apreendido pelas autoridades.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Juarez Veras

    Hoje é raro ver faróis auxiliares como antigamente. O mais comum são lâmpadas fora dos padrões adaptadas aos faróis originais. A fiscalização inexiste. Seja nas estradas ou ainda por parte de agentes de trânsito nas cidades. Ofuscam quem vem em sentido contrário, e, duvido que não tenham provocado acidentes aos motoristas que ficam momentaneamente cegados. A pergunta é sempre a mesma, para que leis se não há fiscalização. Eu já vi viaturas da polícia civil de são paulo com faróis irregulares. Sendo assim, a lei só pune mesmo quem as respeita. O mesmo vale para lei seca (os bares têm endereços fixos), som de carros que mais parecem trios elétricos, etc. Nada educa mais que uma fiscalização severa, como tem que ser, devido a gravidade que o desrespeito pode causar. Mas….