Correio Técnico: posso tomar multa por usar DRL no lugar do farol baixo?

Posições distintas do equipamento de segurança ainda geram confusões entre policiais nas estradas brasileiras

A luz diurna em led do Virtus e Polo é exclusiva das versões Highline

A luz diurna em led do Virtus e Polo é exclusiva das versões Highline (Divulgação/Volkswagen)

Segundo um policial, a DRL do meu Virtus está errada e eu poderia ser multado. Isso é verdade? leitor Carlos Calimerio Peixoto, Goianésia (GO)

Quem se equivocou foi o policial, mas algo parecido já aconteceu conosco com o Virtus do teste de Longa Duração.

“Fui alertado em uma base da Polícia Rodoviária para acionar os faróis baixos para evitar que tomasse uma multa”, conta o piloto de testes Eduardo Campilongo.

A confusão pode estar relacionada à localização da DRL do Virtus, ao lado do farol de neblina, em vez de ser embutida dentro do farol principal.

Segundo a VW, o Contran (Conselho Nacional de Trânsito) define que as luzes de condução diurna (DRL, na sigla em inglês) devem ficar entre 25 cm e 1,5 m do solo, ser na frente do carro e estar pelo menos 60 cm afastada uma da outra.

“O Virtus atende plenamente esta resolução, da mesma forma que todos os outros modelos da marca que oferecem esse recurso”, informa a Volkswagen. Se você foi multado por conta disso, é necessário recorrer da infração.

Outros modelos que podem gerar confusão são aqueles que possuem a DRL usando luz halógena, como Jeep Renegade, Golf Comfortline e Fiat 500.

Mas e o farol baixo?

Cena comum no trânsito à noite: painéis iluminados e faróis apagados

Cena comum no trânsito à noite: painéis iluminados e faróis apagados (Christian Castanho/Quatro Rodas)

Vale destacar que não há infração caso o motorista opte por usar o farol baixo na estrada em modelos equipados com DRL.

O mais adequado, entretanto, é usar a DRL para rodagens diurnas, pois ela foi feita especificamente para aumentar a visibilidade do veículo em situações onde há muita luz natural.

O contrário — usar a DRL à noite ao invés do farol —, entretanto, é proibido e pode ocasionar acidentes. Primeiro, porque a DRL gera uma luz muito difusa, que pouco ilumina à frente e ofusca todos os outros motoristas.

Além disso, andar com o farol apagado faz com que não haja nenhuma iluminação na traseira do veículo, fazendo com que ele efetivamente “desapareça” em vias pouco iluminadas.

Tem outras dúvidas? Envie sua pergunta para correiotecnico@abril.com.br!

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s