Autodefesa: problemas no câmbio do Captiva

Donos relatam quebras da transmissão automática do Chevrolet Captiva. Autorizadas cobram até R$ 25 000 pelo conserto

EDSON02

O administrador Edson Ribeiro da Silva estava num congestionamento em São Paulo quando o câmbio do seu Captiva V6 2011 começou a apresentar trancos e trocar as marchas só em alta rotação.

Era o começo de uma grande dor de cabeça. Ele teve que chamar o guincho e, na concessionária, recebeu o orçamento de R$ 18 000. “Comecei a pesquisar e achei vários relatos de quebra precoce do câmbio.

Contatei a Chevrolet e recebi a resposta – sem analisarem meu carro – de que nada poderia se feito, já que minha garantia havia acabado”, conta Edson.O defeito é mesmo bem comum  entre donos de Captiva: uma rápida consulta no site Reclame Aqui, por exemplo, revelou que há 22 casos pendentes, relatando quebras, travamento ou trancos na transmissão automática dos modelos 2009 a 2012.

A falha não ocorre só em carros com alta quilometragem, como o Captiva de 61 000 km de Edson. O empresário Raul Mattos, de Curitiba (PR), tem um modelo V6 2009 que passou pelo mesmo problema aos 15 000 km. “De repente, o carro parou de trocar as marchas, ficando somente em primeira marcha.

Mesmo explicando à concessionária que a alavanca prendia constantemente, ela dizia que não havia defeito. Paguei R$ 13 000, após a Chevrolet negar a garantia”, explica Raul.De acordo com César Sanches, dono da oficina especializada em transmissões Automatik, três defeitos bem comuns ocorrem nos câmbios do Captiva.

O primeiro é a quebra dos conjuntos internos devido ao rompimento do disco mola. O segundo é a avaria do sistema planetário, onde estão as engrenagens principais, que causa a destruição do total do conjunto. O terceiro problema são as falhas no módulo eletrônico, que exige um reparo que varia de R$ 4 500 a R$ 5 700.Consultada sobre o assunto, a GM do Brasil informa que analisou o histórico de atendimento dos proprietários ouvidos pela reportagem e constatou que os casos seriam “pontuais e de causas distintas”.

O POVO RECLAMA

 “Meu Captiva 2009 apresentou quebra do câmbio duas vezes. Na primeira, a fábrica trocou em garantia, mas na segunda tive de gastar R$ 3 800.” Luiz Angelo Pipolo, advogado, Assis (SP) 

“Quando fui sair da garagem, não consegui engatar as marchas. Na autorizada, me pediram R$ 25 000 pelo conserto. Levei a uma oficina especializada, que cobrou R$ 10 000.”  Luiz Henrique Celso Lepéra, médico, Bragança Paulista (SP)

“De repente, o câmbio parou de trocar as marchas, ficando somente na primeira marcha. Paguei R$ 13 000 pelo conserto, após a Chevrolet negar a garantia.” Raul Mattos, empresário, Curitiba (PR)

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Roberto Rangel Barboza

    Minha Captiva 3.0AWD 2011 nunca deu solavancos ou coisa do tipo, mas há cerca de 15 dias começou a vazar muito óleo. Achei que poderia ser do motor, mas nenhuma luz acendia. Levei ao meu mecânico de confiança e ele deu o veredito: Na montagem do câmbio, os parafusos que têm internamente estavam soltos e com o tempo foram comendo a carcaça até furar. Meu carro te 52 mil km e fiz todas as revisões na concessionária, inclusive recall. Não xiste peça de reposição e a solução é trocar o câmbio por apenas R$ 38.400,00, sendo que na tabela vale R$ 47 mil. Em contato com a Chevrolet, disseram que podem analisar mas o veículo está fora da garantia e todo o custo seria por minha conta. sempre tive veículo GM / Chevrolet e agora nunca mais.