Conheça a família que se reúne na pista, correndo com Opalas

Dimas de Melo Pimenta compartilha sua paixão pelas pistas com os filhos - com direito até a pista particular para os treinos

Família Dimep

Dimas com os filhos mais novos, Alex (à esq.) e Rodrigo, reunidos na pista de casa (Quatro Rodas)

O assunto de domingo na casa da família Pimenta gira sempre em torno do mesmo assunto: automobilismo. A paixão do patriarca, Dimas de Melo Pimenta, 68, pelas pistas contagiou os três filhos. “Meus filhos correm de kart desde os 12 anos. O mais novo pilota desde os 7 porque falsifiquei a certidão dele para 8 anos. A mãe dele quase me matou”, conta Pimenta.

LEIA MAIS:

> Conheça o colecionador que acumula doze Opala SS

> Grandes Brasileiros: Chevrolet Opala Diplomata SE

> Grandes Brasileiros: Chevrolet Opala Comodoro SL/E cupê

O dono da Dimep, tradicional empresa de relógios de ponto fundada em 1936, dedicou-se por 46 anos às pistas. Começou em 1969 com o seu Corcel. “Era o meu carro do dia a dia. Eu cuidava da parte mecânica e minha mulher o adesivava.” Por três anos foi piloto de testes da Volkswagen e por 15 disputou a Stock Car ao lado de feras como Ingo Hoffman, Chico Serra e Paulo Gomes. “Pra mim sempre foi uma grande diversão e nunca vi como profissão, até porque não podia dedicar todo o meu tempo.”

O patriarca já tinha 46 anos de experiência nas pistas - e resolveu voltar com os filhos!

O patriarca já tinha 46 anos de experiência nas pistas – e resolveu voltar com os filhos! (Jonas Tucci/Quatro Rodas)

Há dez anos o patriarca estava afastado da velocidade, mas decidiu voltar por ter a oportunidade única de correr acompanhado de seus três filhos – para treinar com eles, resolveu até construir uma pista particular em sua fazenda no interior paulista. Todos eles já atuam nas pistas: o mais velho, Dimas III, foi campeão brasileiro de rali, Rodrigo Pimenta foi vice-campeão brasileiro de Stock Car Light e Alex Pimenta disputou a Fórmula 200.

A categoria escolhida para a reunião de família foi a Old Stock, na qual só podem participar Opalas de 1975 a 1979. “É uma verdadeira curtição entre pai e filhos. O maior prazer do mundo.”

Os dois Opalas – modelos 1978 e 79 – passaram por uma preparação limitada pelo regulamento da categoria. Eles são equipados com o clássico motor 6 cilindros com 4,1 litros carburado que, com as devidas preparações, alcança 350 cv, potência máxima permitida pelo regulamento. O ganho de desempenho deve-se principalmente à troca do coletor de escape e comando de válvulas originais.

Os Opala 1978 e 1979 que embalam a família Dimas na Old Stock

Os Opala 1978 e 1979 que embalam a família na Old Stock (Jonas Tucci/Quatro Rodas)

O sistema de freios combina discos frisados Freemax com pinças e pastilha Sigma. A transmissão foi substituída pela Clark tipo H de 5 marchas, a mesma da picape F-1000. Os pneus são Pirelli Phantom 205/55 R16 com rodas de liga leve 16×7”, enquanto a suspensão recebe modificações nas cargas de molas e amortecedores.

Na 6° etapa da Old Stock disputada no fim de outubro em Goiânia, cada um dos Opalas ganhou uma bateria, garantindo a presença da família no pódio.

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. bruno fagundes

    Muito bom!!! Quem pode pode!!!! Quem não pode se sacode!!!! Parabéns a família muito top!!!