Guia de Usados: Chevrolet Zafira

Prática e confiável, ela é uma das melhores escolhas para quem precisa de sete lugares sem gastar muito dinheiro

Chevrolet Zafira

Descontinuada em 2012, muitos ainda sentem saudades da Zafira: em 11 anos a minivan projetada pela Opel sofreu poucas alterações, mas cativou uma legião de admiradores que ainda hoje torcem o nariz para sua sucessora Spin.

A começar pela dinâmica: a Zafira tem um centro de gravidade mais baixo e um acerto de suspensões firme, que transmite maior confiança em velocidades elevadas.

Ligeiramente menor que a Spin, a Zafira surpreende pela racionalidade no aproveitamento do espaço. Uma de suas principais virtudes é o sistema Flex7, com dois bancos retráteis que se ocultam no assoalho do generoso porta-malas de 600 litros. Bem dimensionados, os assentos extras são capazes de acomodar dois adultos e, quando em uso, ocupam 3/4 do volume do porta-malas.

Chevrolet Zafira

Sistema Flex7 da Chevrolet Zafira

A mais indicada é a da segunda fase, lançada em 2005 com o 2.0 8V Flex.Power de 127/121cv, com as versões Comfort, Elegance e Elite. Mas cuidado: as duas últimas também vinham com o 2.0 16V a gasolina, de manutenção mais cara.

A mais atraente é Elite: airbags frontais e laterais, ABS, CD player com comando no volante, computador de bordo e banco de couro. Teto solar, piloto automático e o robusto câmbio automático de quatro marchas eram opcionais.

Chevrolet Zafira

Abaixo delas, há a Elegance, que já não agrada tanto por suprimir os airbags laterais e o ABS, mas também pode ser encontrada como automática.

Em 2007 veio a Expression, quase uma Comfort automática. Trazia ainda ar digital, airbag duplo e piloto automático. A linha 2009 fez a revisão no velho 2.0, que ganhou 140/133 cv, mas o consumo (principal crítica do modelo) pouco melhorou.

Barata, robusta e fácil de manter, ainda é possível encontrá-la com baixa quilometragem e bom estado, mas é preciso cuidado: suas qualidades atraíram taxistas e frotistas, que às vezes usam kits GNV mal instalados.

E se prepare: é difícil encontrar peças a pronta entrega, mesmo as de desgaste normal como pastilhas de freio e amortecedores.

Chevrolet Zafira

ONDE O BICHO PEGA

Corpo de borboleta – Resíduos de óleo lubrificante vindo do respiro do cárter podem limitar a abertura do corpo de borboletas, forçando o mecanismo do motor elétrico que a comanda. A quebra da peça imobiliza o motor e o reparo não sai por menos de R$ 1.000.

Peça plásticas – Cheque itens como botões, difusores de ar, porta-trecos, porta-luvas, mesinhas atrás dos bancos e, em especial, os assentos do sistema Flex7: a maioria não é encontrada na rede autorizada ou no mercado paralelo.

Cabeçote 1 – Ruídos no trem de válvulas e desempenho ruim são comuns em cabeçotes de motores feitos até 2009. São unidades sensíveis à especificação incorreta do óleo, que resulta em desgaste acentuado dos ressaltos do eixo comando.

Cabeçote 2 – Cuidado com o Flex.Power de 140/133 cv (a partir de 2009). Falhas na partida ou usando gasolina indicam problema no assentamento das válvulas – só é solucionado com retífica do cabeçote.

Cabeçote 3 – O sensor de rotação do eixo comando apresenta falhas no final de sua vida útil. Um dos sintomas de desgaste da peça é a dificuldade na partida, que geralmente só é solucionada com a troca do mesmo (aproximadamente R$ 350).

A VOZ DO DONO

Nome: Israel Ferreira Campos

Idade: 42 anos

Profissão: supervisor técnico

Cidade: Sorocaba (SP)

O que eu adoro: “É muito espaçosa e prática, com um aproveitamento racional do interior. A estabilidade está à altura do desempenho, excelente na estrada. Nunca apresentou problemas graves.”

O que eu odeio: “O acabamento poderia ser melhor: a qualidade das partes plásticas deixa a desejar. As peças de reposição são caras e nunca encontradas para pronta entrega. Motor e câmbio antiquados elevam o consumo.”

NÓS DISSEMOS

Setembro de 2011: “O sistema Flex7 é prático e continua entre as melhores soluções modulares das minivans. Ganha pontos pela facilidade de acesso ao fundão e, principalmente, por ser a opção que oferece mais espaço aos que viajam lá atrás. (…) Com os sete bancos levantados, sobra espaço para duas malas pequenas.”

Preço médio dos usados (FIPE)
Modelo 2008 2009 2010 2011 2012
Comfort M/T R$ 26.826 R$ 27.849 R$ 30.044 R$ 32.158 R$ 34.156
Expression A/T R$ 27.323 R$ 28.307 R$ 30.958 R$ 32.087 R$ 35.212
Elegance M/T R$ 27.515 R$ 30.482 R$ 34.839
Elegance A/T R$ 28.232 R$ 33.252 R$ 35.488 R$ 36.752 R$ 38.108
Elite M/T R$ 30.392 R$ 31.370 R$ 33.516 R$ 37.067
Elite A/T R$ 31.515 R$ 32.865 R$ 34.289 R$ 37.121 R$ 39.641
Preço das peças
Peças Original Paralelo
Para-choque (dianteiro) R$ 542 R$ 450
Farol (cada um) R$ 1.343 R$ 750
Retrovisor (cada um) R$ 629 R$ 440
Discos de freio (par) R$ 852 R$ 290
Pastilhas de freio (jogo) R$ 423 R$ 230
Kit de embreagem R$ 1.095 R$ 700
Amortecedores (os quatro) R$ 1.433 R$ 1.100

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. СтаніславЗа межами України – дивіться якою хочете мовою. А в нашій державі мова лиш одна офіційна – українська. Нею й мають АÂñслуо³ÃÂ¾ÃÂ²Ã‘ƒÐ²Ð°Ñ‚ись усі сфери суспільства. Тому не пишіть більше коментарі типу “Я хочу…”, “Ущимляете права…”. Існує закон, який все і регулює. І так дожилися, що закони порушують…