Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Teste: Digloss da Soft99 promete revitalizar e proteger peças de plástico

produto pode alcançar áreas de difícil acesso e não gruda, mas tome cuidado com a pintura do seu carro!

Por Fernando Garcia Atualizado em 31 Maio 2021, 00h09 - Publicado em 30 Maio 2021, 23h51
Digloss Soft99
O produto renova o visual das peças e pode ser aplicado em áreas de difícil acesso. Fernando Pires/Quatro Rodas

As peças plásticas e emborrachadas do seu carro estão ressecadas e sem vida? Então por que não experimentar o revestimento protetivo Digloss, da japonesa Soft99?

Clique aqui e assine Quatro Rodas por apenas R$ 8,90

Tudo bem que existem silicones aos montes no mercado, mas tente achar um com a função repelente e que não grude.

Outro ponto a favor é o poder de alcance nas áreas mais difíceis (caixas de rodas e suspensões). Há dois tipos de bicos de aplicação: regiões maiores, use o bico curto (tubinho totalmente abaixado), e nas menores e de acesso restrito, o bico comprido (tubinho totalmente levantado).

Digloss Soft99
Caixa de roda e pneu antes da aplicação do produto. Fernando Pires/Quatro Rodas

Agora, se você é daqueles que gostam de um brilho molhado e lambuzado, típico de postos de combustível, esqueça! O acabamento dele é mais fosco, próximo ao natural.

Nos dois carros que usamos como cobaias de teste, um BMW 325i 1994 e um Honda Fit 2010, percebemos isso, mas deu uma boa renovada nas coifas de suspensão, que são os locais mais chatinhos de alcançar.

Continua após a publicidade
Digloss Soft99
Caixa de roda e pneu após a aplicação do produto. Fernando Pires/Quatro Rodas

Um benefício importante é que o produto não escorre pelo chão da garagem. Nos pneus, se quiser mais brilho, aplique direto na borracha com movimentos de vai e vem, como se estivesse pintando.

Se, ao contrário, desejar menos brilho, borrife-o sobre uma esponja e espalhe. Nas mangueiras e acabamentos plásticos do motor, um pincel será um bom aliado.

  • A única restrição são as superfícies pintadas, que podem manchar por conta do solvente de petróleo contido na composição do produto. Portanto, tenha sempre um pano úmido por perto para retirar o produto que eventualmente atingir essas partes e jamais aplique nos discos ou tambores de freio.

    No teste de durabilidade, rodamos com o Fit em algumas possas de água e terra e, depois daquela sujeira retida nos para-barros, foi só lavar com uma mangueira com leve pressão e toda a sujeira foi embora. Ou seja, o filme protetivo sobre a caixa de roda realmente facilitou nas lavagens posteriores.

    Vendido nas principais lojas virtuais ao preço médio de R$ 160,00 o Digloss da Soft99 rendeu, ao menos, uns três automóveis (caixas de roda, pneus, acabamentos de motor e grades). Em modelos com para-choques sem pintura, aí o rendimento cai para apenas dois.

    Digloss Soft99
    Reprodução/Internet

    Avaliação – Revestimento Digloss Soft99

    • Nota: 9
    • Bastante prático no uso, ele dá um acabamento natural, não tem cheiro e não escorre igual aos outros silicones aerossóis.
    • Preço: R$ 160,00
    • Compra: americanas.com.br

    Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

    Continua após a publicidade
    Publicidade