Clique e assine por apenas 8,90/mês

Longa Duração: quarta revisão e desconto na troca de freio do Argo

Revisão dos 40.000 km condena componentes, cuja troca foi orçada pelas concessionárias em mais de R$ 1.000, mas acabou saindo por R$ 580

Por Péricles Malheiros - 1 jun 2018, 19h25
Fukuda afere a espessura do disco de freio Alexandre Battibugli/Quatro Rodas

Os donos de Argo devem ficar espertos quanto à chegada da revisão dos 40.000 km: o valor sugerido pela fábrica é de R$ 976.

É bem verdade que o preço salgado inclui uma manutenção mais complexa, com troca de filtros (ar, óleo e combustível), do lubrificante do motor, do fluido de freio e de um jogo de velas de ignição.

No fim das contas, ganhamos um desconto e a revisão saiu por R$ 918.

Pagamos ainda outros R$ 185 pelos serviços de alinhamento, balanceamento e rodízio.

Continua após a publicidade

Após um dia em manutenção, o técnico da concessionária Sinal, onde foi feita a revisão, liberou a retirada, mas fez uma ressalva:

“As pastilhas de freio estão muito finas e precisam ser trocadas, o filtro do ar-condicionado também está comprometido, assim como as palhetas do para-brisa”.

Agora nosso hatch está de freios novos Renato Pizzutto/Quatro Rodas

Como de costume, antes de autorizar a troca, retiramos o carro e fomos até a oficina do nosso consultor técnico, Fabio Fukuda.

“As palhetas e o filtro de cabine, de fato, precisam ser trocados.

Continua após a publicidade

Quanto ao freio, as pastilhas estão próximas do fim, mas os discos ainda estão bons. Terão espessura dentro da margem de tolerância mesmo após uma retífica”, explicou Fukuda.

Todos os demais serviços executados pela Sinal foram feitos a contento.

De volta à Sinal, autorizamos a manutenção sugerida, já que a rede Fiat não faz retífica e o preço do kit de discos e pastilhas estava em promoção (R$ 580).

Já o filtro de cabine custou R$ 90 e as palhetas, R$ 176. Pedimos mais um desconto, mas desta vez não teve choro: “Já estamos com preço especial para troca de discos e pastilhas”, argumentou o técnico da Sinal.

Continua após a publicidade

E não é que estava mesmo? Orçamos a troca dos freios em outras duas autorizadas e ambas cobraram quase o dobro: R$ 1.015 na Amazonas e R$ 1.093 na Savol.

Fiat Argo –  40.713 km

Consumo

  • No mês: 14 km/l com 20,4% de rodagem na cidade
  • Desde set/17: 13,5 km/l com 25,1% de rodagem na cidade
  • Combustível: flex (gasolina)

Gastos no mês

  • Combustível: R$ 1.337
  • Revisão: R$ 918
  • Alinhamento: R$ 185
  • Filtro de cabine: R$ 90
  • Palhetas: R$ 176
  • Discos e pastilhas: R$ 580

Ficha técnica

  • Versão: Drive 1.3 8V
  • Motor: 4 cilindros, dianteiro, transversal, 1.332 cm3, 8V, 109/101 cv a 6.000/6.250 rpm, 14,2/13,17 mkgf a 3.500 rpm
  • Câmbio: manual, 5 marchas
  • Seguro (perfil QUATRO RODAS): R$ 2.271
  • Revisões (até 60.000 Km): R$ 3.260
Publicidade