Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Longa Duração: no fim do teste, Chevrolet Onix Plus tem cinto quebrado

Falta pouco para o desmonte do Chevrolet Onix Plus. Mas, antes, uma última parada na concessionária para ver o que aconteceu com um dos cintos de segurança

Por Henrique Rodriguez 1 jul 2022, 08h05

Como o teste de Longa Duração aumentou para 100.000 km, sobe, também, a probabilidade de encontrarmos algum problema inédito. De fato.

O Chevrolet Onix Plus Premier precisou ter o cinto de segurança traseiro direito trocado, algo que não vimos acontecer antes, pelo menos nas últimas décadas. E foi justamente o cinto de um assento traseiro, que não é tão usado quanto os dianteiros.

Onix Plus
Leonardo Barbosa/Quatro Rodas

“O cinto simplesmente travou, deixando de retornar, quando uma passageira o puxou para usar. Acessei a bobina pelo porta-malas e ela realmente estava com o eixo travado e um pouco torto”, conta o editor Henrique Rodriguez. Esse defeito inutilizou o assento até o reparo.

Marcamos um horário para verificação do problema na concessionária Granleste, em São Paulo.

Continua após a publicidade

Onix Plus
Leonardo Barbosa/Quatro Rodas

O atendimento foi rápido: “Apontei o defeito e o mecânico perguntou quantos anos tem o veículo e se todas as revisões estão em dia, fez o cadastro e em poucos minutos constatou o defeito na peça, que seria substituída em garantia.

Ele só pediu alguns minutos para verificar se havia disponibilidade da peça em estoque ou se ela teria que ser encomendada”, explica o piloto de testes Leonardo Barboza.

Onix Plus
Leonardo Barbosa/Quatro Rodas

Para nossa sorte, havia, sim, um cinto para o lado direito em estoque. A troca levou apenas 35 minutos.

Perguntado se o defeito é comum, o mecânico disse que é raro e geralmente se dá pela quebra da mola que retrai o cinto e que, provavelmente, o cinto retirado do nosso carro irá para análise da fabricante. Pelo menos a última experiência do nosso carro em concessionária foi boa.

Chevrolet Onix Plus – 93.845 km

Ficha técnica:
Versão: Premier 1.0 12V Turbo
Motor: 3 cilindros, dianteiro, transversal, 999 cm3, 12V, turbo, 116/116 cv a 5.500 rpm, 16,8/16,3 kgmf
a 2.000 rpm
Câmbio: Automático, 6 marchas, tração dianteira
Seguro: R$ 1.962 (Perfil Quatro Rodas)
Revisões: Até 100.000 km – R$ 7.252
Gasto no mês: Combustível: R$ 1.962
Consumo: No mês: 14,2 km/l com 29,4% de rodagem na cidade
Desde dez/19: 13,2 km/l com 29,5% de rodagem na cidade
Combustível: Flex (gasolina)

 

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Continue lendo, sem pisar no freio. Assine a QR.

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.


a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)

Impressa + Digital

Plano completo de QUATRO RODAS. Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da QUATRO RODAS, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Comparativo entre os principais modelos do mercado.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.

Receba mensalmente a QUATRO RODAS impressa mais acesso imediato às edições digitais no App QUATRO RODAS, para celular e tablet.

a partir de R$ 12,90/mês