Clique e assine por apenas 5,90/mês

Fiat Toro x Jeep Renegade: inimigos íntimos

Alinhamos a Toro com o Renegade, um rival que conhece bem seus pontos fortes e fracos. Veja como foi o confronto da picape com o SUV

Por Paulo Campo Grande - Atualizado em 23 nov 2016, 21h00 - Publicado em 4 Maio 2016, 18h08
Fiat Toro x Jeep Renegade
Toro e Renegade são diferentes, mas têm muitos pontos em comum

Ao fazer uma picape que reúne as características típicas desse tipo de veículo, como robustez e grande capacidade de carga, mas também qualidades de automóveis, como conforto e dirigibilidade, a Fiat declarou guerra simultaneamente a vários segmentos do mercado. Essa lista inclui picapes de outras dimensões e, especialmente, os SUVs. Afinal, a Toro divide com eles alguns dos mais eficientes apelos de venda da atualidade, como a capacidade de enfrentar terrenos irregulares e a posição de dirigir elevada.

Foi por isso que decidimos comparar o lançamento da Fiat com um SUV – no caso, o Jeep Renegade, que sai da mesma linha de montagem em Goiana (PE), e do qual a Toro é derivada. A Fiat diz que sua picape tem só 30% do conteúdo do Jeep. Na prática, ambos têm muito em comum, como o conjunto mecânico.

A Toro é oferecida em quatro versões (Freedom 1.8 flex 4×2 automática, Freedom 2.0 diesel 4×2 manual, Freedon 2.0 diesel 4×4 manual e Volcano 2.0 diesel 4×4 automática), com preços entre R$ 79.240 e R$ 120.670). O Renegade conta com oito opções, resultado da combinação de cinco padrões de acabamento, dois motores e três câmbios, que vão de R$ 71.990 a R$ 134.990.

As ofertas se aproximam em dois momentos: quando a Toro Freedom 1.8 flex (R$ 79.240) encontra o Renegade Sport 1.8 (R$ 78.390) e a Toro Volcano (R$ 120.670) encara o Renegade Longitude diesel (R$ 121.990). Neste comparativo, o confronto acontece entre as versões mais caras, diesel (o Jeep que aparece nas fotos é um Sport 2.0 diesel 4×4).

Fiat Toro x Jeep Renegade
Caçamba tem tampa dividida ao meio

Fiat Toro x Jeep Renegade
SUV tem pequeno aerofólio traseiro

O fato de a coincidência de preços aparecer entre a versão top de linha da picape e uma intermediá­ria do SUV se deve ao que as fábricas chamam de posicionamento de marca. Como a Jeep é a marca premium do grupo FCA (Fiat Chrysler Automobiles), seus carros custam mais caros. Em função disso, surgem diferenças importantes entre as unidades alinhadas aqui. Uma delas é conceitual. Ter um Jeep na garagem dá mais cartaz (as marcas investem na imagem e cobram por isso).

As outras são de ordem prática. Por ser premium, o Jeep tem acabamento mais bem cuidado, com materiais de melhor qualidade. Seu painel, por exemplo, é emborrachado, macio e de melhor aparência, na comparação com o de plástico da Toro. Além disso, este Renegade vem com alguns equipamentos que não existem na Toro (como a iluminação ambiente da cabine) ou são opcionais (como as rodas de liga leve). A Toro tem rodas de aço, de série. No mais, os dois modelos trazem pacotes de equipamentos de série semelhantes.

Fiat Toro x Jeep Renegade
Toro tem porta-objetos em frente ao passageiro

Fiat Toro x Jeep Renegade
No Renegade, há uma alça de apoio para o passageiro

Eles vêm com ar-condicionado dual zone, sistema de eletrônico de estabilidade, central multimídia, freio auxiliar de partida em rampas e trio elétrico, entre outros itens. As demais diferenças ficam por conta das características particulares de cada um. Enquanto a Toro tem protetor de caçamba, o Renegade traz controle eletrônico anticapotamento.

Em relação a motor e câmbio, esses dois componentes entram naqueles 30% que a fábrica anuncia como partes comuns, assim como a direção, a suspensão dianteira e a fiação elétrica. O sistema de direção é do tipo pinhão e cremalheira com assistência elétrica, e a suspensão dianteira é McPherson. Atrás, o Renegade segue com essa estrutura McPherson e a Toro adota o sistema multilink.

Surpresa na pista

Nas versões alinhadas neste comparativo, Toro e Renegade são equipados com os mesmos motor 2.0 diesel de 170 cv e câmbio automático de nove marchas. Mas o Renegade tem um sistema de tração que permite ao motorista selecionar cinco modos de uso, para diferentes terrenos (automático, neve, areia, lama e pedra), além de fixar os modos 4×4 e 4×4 reduzido, enquanto o da Toro tem apenas três opções: automático, 4×4 e 4×4 reduzido. 

Na pista de testes, apesar do mesmo conjunto mecânico, o Renegade se mostrou mais rápido. Nas acelerações de 0 a 100 km/h, o SUV ficou com o tempo de 11 segundos, enquanto a picape fez o mesmo em 12,4 segundos. De 60 a 100 km/h, em Drive, ele retomou em seis segundos, contra os 6,9 segundos da rival. E o mérito do Renegade ficou ainda maior diante das medições de consumo, onde se pode dizer que houve um empate técnico. O Jeep conquistou as médias de 11,9 km/l, na cidade, e 14,5 km/l, na estrada, e a Toro conseguiu 11,5 km/l e 14,1 km/l, respectivamente. A Toro é mais pesada, mas só 36 kg. Segundo dados de fábrica, ela pesa 1.672 kg, contra 1.636 kg do Renegade.

Fiat Toro x Jeep Renegade
Revestimento (parcial) de couro é opcional na Toro

Fiat Toro x Jeep Renegade
Atrás, bom espaço para as pernas

Continua após a publicidade

A Toro é maior em todas as direções: comprimento, altura e largura. No que diz respeito ao espaço interno, porém, há outra constatação surpreendente, a favor do Renegade. A Toro tem a maior distância entre eixos, que em princípio determina o espaço da cabine. São 2,99 metros de comprimento, contra os 2,57 metros do Renegade. Mas comparando as medidas internas, fornecidas pelas fábricas, descobre-se que o espaço interno de Jeep e Fiat são parecidos. O Renegade, por exemplo, tem mais distância para ombros, no banco traseiro e para a cabeça dos ocupantes nas duas filas. Mas a Toro oferece mais largura para os bancos da frente e mais distância para as pernas de quem viaja atrás. Os dois carros levam cinco ocupantes. Mas o encosto do banco traseiro do Renegade é mais inclinado e confortável que o da Toro.

Fiat Toro x Jeep Renegade
O teto do Renegade é mais algo e o acabamento ligeiramente melhor

Fiat Toro x Jeep Renegade
Encosto traseiro é mais inclinado e confortável que o da Toro

A picape se recupera em vida a bordo quando o aspecto analisado é o porta-malas. Sua caçamba tem espaço para 820 litros de bagagem e 1.000 kg de carga, enquanto o SUV tem porta-malas para 260 litros, com capacidade de carga de 400 kg. 

Fiat Toro x Jeep Renegade
Caçamba leva 820 litros e 1 tonelada

Fiat Toro x Jeep Renegade
Porta-malas do Renegade é pequeno, mas bancos liberam espaço para bagagem

A Toro toma a frente no comportamento dinâmico. Ela se apresenta mais equilibrada, segura e confortável, absorvendo melhor as irregularidades do piso, transmitindo mais segurança nas curvas e rodando com mais suavidade e silêncio a bordo.

Até aqui o confronto está equilibrado. O Renegade leva vantagem em acabamento e rendimento. A Toro se sai melhor no espaço interno e no comportamento dinâmico. Mas   pensando na relação custo-benefício, a Fiat ainda tem uma carta na manga. Para a Toro, a montadora ampliou os limites dos serviços de pós-venda, oferecendo garantia de fábrica de três anos, extensível por mais um ou dois anos mediante pagamento, e plano de revisões pré-pagas, à vista ou em parcelas. E o cliente pode escolher quantas revisões quer pagar antecipadamente. A Jeep tem cobertura de três anos. Além disso, a rede Fiat é maior. São 600 concessionárias contra 129 da Jeep.

O embate entre picape e SUV foi duro, mas, graças à maior cobertura dos serviços pós-venda, a Toro consegue sair vencedora com ligeira vantagem diante do Renegade.   

Fiat Toro x Jeep Renegade
No alto do capô ficam as luzes de posição com leds

Fiat Toro x Jeep Renegade
Jeep exibe grade de sete barras característica da marca

AVALIAÇÃO DO EDITOR

Motor e Câmbio – Apesar do mesmo conjunto mecânico, o Renegade foi ligeiramente mais rápido. No consumo, houve empate técnico.

Dirigibilidade – A Toro tem comportamento mais equilibrado.

Segurança – Os dois contam com airbags dianteiros e ESC, de série. O Renegade tem ainda controle eletrônico anticapotamento.

Seu bolso – A Toro se destaca pela garantia extensível e as revisões pré-pagas.

Conteúdo – O Renegade traz alguns recursos exclusivos, mas na Toro há equilíbrio na oferta dos principais itens. 

Vida a bordo – O Jeep acomoda melhor cinco pessoas, mas tem porta-malas pequeno, de 260 litros. A Toro leva cinco ocupantes e ainda 820 litros de bagagem na caçamba.

Qualidade – A Toro tem estrutura de monobloco reforçada e o Renegade é superior nos materiais de acabamento.

 

VEREDICTO QUATRO RODAS

A vitória da Toro foi apertada, mas merecida. Além de demonstrar virtudes capazes de agradar a quem procura um SUV, ela ainda apresentou características que só as picapes possuem, como a capacidade de carga e volume da caçamba. Por fim, revelou ter a melhor relação custo-benefício.

Teste de pista (com diesel)
Fiat Toro Volcano diesel Jeep Renegade Longitude diesel
ACELERAÇÃO
de 0 a 100 km/h: 12,4 s 11 s
de 0 a 1.000 m: 33,7 s – 152,7  km/h 32 s – 160,3 km/h
VELOCIDADE MÁXIMA: 188 km/h 180 km/h
RETOMADAS
de 40 a 80 km/h (em D): 4,9 s 5 s
de 60 a 100 km/h (em D): 6,9 s 6 s
de 80 a 120 km/h (em D): 8,4 s 7,7 s
FRENAGENS
60 / 80 / 120 km/h a 0: 16,8 / 29,3 / 69,4 m 15m9 / 28,6 / 67,6 m
CONSUMO
Urbano: 11,5 km/l 11,9 km/l
Rodoviário: 14,1 km/l 14,5 km/l
RUÍDO INTERNO
Neutro / RPM máximo: 49,5 / 58,5 dBA 44,9 / 71,1 dBA
80 / 120 km/h: 63,3 / 68,9 dBA 60,5 / 66,9 dBA
AFERIÇÃO
Velocímetro real a 100 km/h: 90 km/h 94 km/h
Rotação do diferencial a 100 km/h em 5ª marcha: 1.600 rpm 1.750 rpm
Volante: 2,7 voltas 2,7 voltas
SEU BOLSO
Preço: R$ 120.670 R$ 121.990
Garantia: 3 anos 3 anos
Concessionárias: 600 129
Ficha Técnica
Fiat Toro Jeep Renegade
Motor: diesel, diant., transv., 4 cil., 16V, turbo, 1.956 cm³, 83 x 90,4 mm, 16,5:1, 170 cv a 3.750 rpm, 35,7 mkgf a 1.750 rpm. diesel, diant., transv., 4 cil., 16V, turbo, 1.956 cm³, 83 x 90,4 mm, 16,5:1, 170 cv a 3.750 rpm, 35,7 mkgf a 1.750 rpm.
Câmbio: automático, 9 marchas, 4×4 automático, 9 marchas, 4×4
Direção: elétrica, 12,9 m (diâmetro de giro) elétrica, 10,8 m (diâmetro de giro)
Suspensão: McPherson (diant.), multilink (tras.) McPherson nos dois eixos
Freios: discos ventilados (diant.), tambor (tras.) discos ventilados (diant.) e sólidos (atrás)
Pneus: 225/65 R17 215/65 R16
Peso: 1.672 kg 1.636 kg
Peso/potência: 9,8 kg/cv 9,6 kg/cv
Peso/torque: 46,8 kg/mkgf 45,8 kg/mkgf
Dimensões: comprimento, 491,5 cm; largura, 184,4 cm; altura, 174,3 cm; entre-eixos, 299,0 cm; tanque de combustível, 60 l comprimento, 423,3 cm; largura, 179,8 cm; altura, 168,8 cm; entre-eixos, 257,0 cm; tanque de combustível, 60 l
Equipamentos de série: ar-condicionado dual zone, câmera de ré, central multimídia, ESC, auxiliar de partida em rampas, piloto automático, quadro de instrumentos com display colorido, rodas de aço e protetor de cárter. ar-condicionado dual zone, câmera de ré, central multimídia, ESC, auxiliar de partida em rampas, quadro de instrumentos colorido, rodas de liga leve, controle anticapotamento e aletas para troca de marchas no volante.
Continua após a publicidade
Publicidade