Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Derrapando no óleo

Por Redação 28 set 2010, 23h34

14094 km

Assim que finalizamos a edição passada da revista, um dado da nota fiscal do serviço de troca de óleo, feito aos 7 500 km, nos deixou com uma dúvida. Qual seria a marca dos 4 litros de “óleo 5W30 Performance”? Procuramos a resposta no manual do proprietário e não a encontramos. Nem na versão brasileira, nem no livreto destinado aos proprietários de Portugal, ambos disponíveis no porta-luvas do nosso Smart. Também não encontramos qualquer adesivo no carro com a especificação do lubrificante.

A única referência ao assunto no manual é um pedido para entrar em contato com o serviço de atendimento ao consumidor da marca para descobrir qual a especificação ideal, de acordo com o clima da região. Fizemos o teste São Tomé e entramos em contato com a empresa. Atendidos pelo consultor técnico Reinaldo Lima, ficamos sabendo que havia duas opções, o Pentosynth 5W40 semissintético (utilizado pela Smart para troca do óleo) e o Mobil 1 0W40 sintético (o mesmo usado no primeiro lote de carros vendidos por aqui).

Com base nos dados do consultor técnico, a troca de óleo realizada pela Bullit Automóveis, autorizada Smart que fica em Barueri (SP), estaria incorreta. A princípio, o consultor disse que, se fosse utilizado qualquer óleo que não os recomendados, o motor poderia ser danificado. Questionamos, então, o que aconteceria com nosso automóvel, já que, supostamente, houve a troca incorreta na concessionária autorizada. “Garanto que o carro de vocês não terá problemas”, afirmou o técnico, pois, segundo ele, há vários óleos homologados pela Mercedes-Benz para o Smart, uma evidente contradição em relação à primeira informação dada pelo mesmo funcionário.

Continua após a publicidade

Respostas

Procuramos o consultor Carlos Silva, da Bullit, que fez a troca de óleo, e descobrimos que eles utilizam o 5W30 por recomendação da fábrica. “Conversei com a área técnica da marca e lá confirmaram que o óleo usado para troca, aqui, é o ideal”, afirmou Carlos Silva. Segundo ele, há quatro especificações de óleo homologadas: 0W30, 0W40, 5W30 e 5W40. E que o óleo 5W30 Performance, usado em nosso carro, é de bandeira Mercedes-Benz.

Por fim, fomos até a fonte: questionamos a própria Mercedes-Benz sobre o óleo correto do Smart e o porquê de tanto desencontro nas informações. A resposta oficial é que há duas especificações de óleo apenas, o 5W30 sintético – igual ao utilizado em nosso carro – e o 0W40, também sintético. As marcas recomendadas pela Mercedes-Benz para o Smart são: Fuchs Titan e Motul 8 100 (5W30) e Mobil 1 (0W40). E não há um óleo com bandeira da marca. A Mercedes também assumiu a falha do manual do proprietário. Segundo ela, houve um erro de revisão na primeira edição impressa do manual, já corrigido nos novos manuais. Os proprietários dos Smart com manuais incompletos serão notificados por meio de carta, com as informações corretas do óleo. O desencontro de informações, segundo a marca, foi apenas um equívoco, e diz que toda a rede está plenamente orientada a informar todas as especificações recomendadas pelo fabricante.

Consumo

No mês (65,1% na cidade): Gasolina – 9,9 km/l

Desde set/09 (41,8% na cidade): Gasolina – 11,3 km/l

Continua após a publicidade

Publicidade