Clique e assine por apenas 8,90/mês

Volkswagen se rende às revisões a cada 12 meses ou 10.000 km

Fabricante passa a seguir o mercado e dobra intervalo, que antes era de seis meses

Por Henrique Rodriguez - Atualizado em 9 nov 2016, 15h05 - Publicado em 30 set 2016, 17h33
Oficina Volkswagen

Até hoje, os proprietários de modelos da Volkswagen cobertos pela garantia tinham que levar em conta (ou serem surpreendidos por) um fator quase sempre esquecido na hora da compra: o fato de as revisões da marca terem intervalo de 6 meses ou a cada 10.000km, enquanto a maior parte da concorrência adota o intervalo de um ano.

Demorou (na verdade, eles foram os últimos), mas a VW mudou: a partir de amanhã (1º de outubro), o intervalo passa a ser de 12 meses ou 10.000 km, prevalecendo o que ocorrer primeiro. 

LEIA MAIS:

>> Próximo VW Gol já roda em testes no Brasil

Continua após a publicidade

>> O alto preço de se esquecer do intervalo entre as revisões

>> Mitos e verdades da “empurroterapia”

O novo prazo faz com que a Volkswagen siga o padrão mais justo de mercado: em média, carros brasileiros percorrem 12.000 km por ano. Para quem roda pouco com o carro a notícia é ainda melhor, por ter um intervalo maior entre as manutenções, reduzindo os custos. O serviço é necessário para manter a garantia, que hoje é de três anos para os Volks.

Nas revisões ímpares são checados 18 ítens, enquanto nas pares são checados 30. Além disso, o serviço também inclui troca de óleo do motor, além de eventuais serviços complementares, como trocas de filtros, fluidos ou correias, dependendo da quilometragem. 

Continua após a publicidade

Este novo plano de revisões é válido para modelos nacionais (up!, Novo Gol, Novo Voyage, Nova Saveiro, Fox, CrossFox, SpaceFox, Space Cross, Golf e Jetta) e importados (Golf Variant, Fusca, Tiguan, Novo Passat, CC e Touareg). No caso da Amarok, só passará a valer a partir do lançamento da linha 2017. Boa parte deles tem revisões com mão de obra inclusa e valores fixos há cerca de um ano.

Publicidade