Clique e assine por apenas 5,90/mês

Volkswagen Jetta Startline 1.6 estreia no México mais barato que o Virtus

Inédita versão de entrada do sedã médio tem motor 1.6 16V e câmbio automático – assim como o Virtus enviado do Brasil

Por Henrique Rodriguez - Atualizado em 9 out 2020, 22h17 - Publicado em 21 set 2020, 10h17
Divulgação/Volkswagen

Enquanto no Brasil a Volkswagen reduziu a oferta de versões do Jetta para evitar conflito de preços com o Virtus, no México é o Jetta quem está expandindo sua gama de versões sobre a oferta do sedã compacto.

Quer ter acesso a todos os conteúdos exclusivos de Quatro Rodas? Clique aqui e assine com 64% de desconto.

A novidade é o Volkswagen Jetta Startline, nova versão de entrada que troca o motor 1.4 TSI pelo 1.6 16V MSI, o mesmo do Virtus exportado do Brasil. O motor de 110 cv e 15,7 kgfm também é combinado ao câmbio automático de seis marchas e, de acordo com a VW, este conjunto leva o Jetta aos 100 km/h em 12,7 segundos, com média de consumo combinado de 15,7 km/l.

Divulgação/Volkswagen

Em dimensões, Virtus e Jetta são muito próximos e o Virtus até pode se destacar por alguns itens como os encostos de cabeça traseiros com ajuste de altura e pelas saídas de ar-condicionado traseiras.

Mas o Jetta Startline preserva os mesmos equipamentos da versão Trendline 1.4 TSI (que era vendida como 250 TSI no Brasil), como faróis full led, freio de estacionamento eletrônico com auto-hold e seis airbags, itens que não existem em qualquer versão do Virtus.

Divulgação/Volkswagen

O pacote ainda inclui rodas aro 16, sensor de luminosidade, central multimídia com tela de 6,5 polegadas compatível com Android Auto e Apple CarPlay, piloto automático, freios a disco nas quatro rodas e piloto automático.

A situação fica mais complicada para o Virtus na hora de ver a etiqueta de preço. O Jetta Startline custa 305.990 pesos (R$ 77.400), valor que pode ser reduzido a 289.990 pesos caso seja financiado pelo banco da própria VW. Já o Virtus 1.6 automático parte dos 309.990 pesos (R$ 78.412). Se serve de consolo, o Jetta Startline ainda é linha 2020 (o Virtus é 2021) e sua produção pode ser limitada a alguns poucos meses.

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

Continua após a publicidade
Publicidade