Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Volkswagen crê que projeto de bateria única pode reduzir custos em 66%

Modelos atuais utilizam tipos variados de células de íons de lítio

Por Anaís Motta Atualizado em 9 nov 2016, 14h28 - Publicado em 27 abr 2015, 17h37
geral

De acordo com Heinz-Jakob Neusser, membro do Conselho de Desenvolvimento da Volkswagen, a montadora agora tem como alvo a redução de 66% de seu custo de produção de baterias por meio da criação de um novo modelo de células únicas de bateria, adaptáveis a todos os veículos.

Diferentes fornecedores podem contribuir para o desenvolvimento da ideia e, se o projeto for bem sucedido, a produtividade da fábrica de módulos de bateria da VW em Braunschweig (Alemanha) aumentará.

Ainda que incerto, o futuro das células únicas de bateria de íons de lítio é promissor: a montadora alemã tem trabalhado em uma nova tecnologia que pode aumentar a densidade de energia fornecida em até cinco vezes comparada à que é gerada pelas baterias atuais. Além disso, a nova bateria seria mais compacta e ocuparia menos espaço – o que deixaria os automóveis mais leves e ágeis.

Continua após a publicidade

Publicidade