Clique e assine por apenas 8,90/mês

Volkswagen corta 800 colaboradores da planta Anchieta

Sindicato dos Metalúrgicos do ABC opta por greve por tempo indeterminado

Por Diogo Patroni - Atualizado em 9 nov 2016, 14h15 - Publicado em 6 jan 2015, 12h39
mercado

A Volkwsgen anunciou o corte de 800 colaboradores na fábrica Anchieta, em São Bernardo do Campo. Em comunicado enviado à imprensa, a montadora alega que a medida se dá por conta do cenário automotivo, que fechou 2014 com queda de 7,15%, em relação a 2013.

“Diversas medidas de flexibilização da produção foram aplicadas desde 2013, como férias coletivas, suspensão temporária dos contratos de trabalho, entre outras. No entanto, os esforços não foram suficientes”, esclareceu a Volkswagen.

Vale lembrar, que após 27 anos, o Gol perdeu o posto de carro mais vendido para o Palio. Além disso, a montadora sofreu um recuo de 15% na produção em 2014.

Demissão resulta em greve

Continua após a publicidade

Após a demissão em massa, o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, anunciou que uma assembléia foi realizada com 7 mil colaboradores, dos 13 mil que atuam na planta Anchieta, e uma greve foi aprovada por tempo indeterminado. Segundo o Sindicato, a montadora não cumpriu o acordo firmado em 2012, que congelava as demissões até 2016.

Publicidade