Clique e assine com até 75% de desconto

Volkswagen confirma produção do conceito Budd-e

A van elétrica apresentada durante o CES 2016 tem tudo para ser uma releitura moderna (e tecnológica) da finada Kombi

Por Guilherme Fontana Atualizado em 23 nov 2016, 20h31 - Publicado em 1 fev 2016, 11h19
vw-budd-e-concept-2
A versão de produção do Budd-e terá linhas próximas ? s do conceito

Destaque do Consumer Electronics Shows pela tecnologia embarcada e por fazer referências diretas à finada (e amada) Kombi, o conceito Budd-e teve sua produção confirmada pela Volkswagen. Unicamente de versões híbridas plug-in e totalmente elétricas, a van deverá ter sua fabricação iniciada até 2020 – o local, porém, ainda permanece em segredo.

O anúncio foi feito chefe do desenvolvimento de elétricos e eletrônicos da Volkswagen, Volkmar Tanneberger, que apontou ainda para o visual do modelo de produção. Segundo o executivo, a van terá linhas muito próximas às do conceito Budd-e. Ou seja, é certo que o modelo será uma espécie de “Kombi moderna”, resgatando as formas sólidas que consagraram a “Velha Senhora”, mas com toques de futurismo, como leds e tecnologias inéditas.

vw-budd-e-concept-3
No conceito, as portas traseiras (deslizantes) podem ser abertas por gestos

Durante o CES 2016, o Budd-e apresentou novidades como o uso de diversas funções do veículo apenas por gestos, como a abertura de portas e o controle do sistema multimídia, bem como alertas em caso de objetos esquecidos dentro do veículo. Alguns destes aparatos tecnológicos, porém, deverão ser restritos ao conceito. No modelo de produção, deve permanecer apenas a central de entretenimento com controle por gestos, prevista para estrear ainda este ano na reestilização do Golf

vw-budd-e-concept
O interior da van elétrica destaca modularidade e (muita) tecnologia

Também para a versão de produção, estão certos os dois motores elétricos. O primeiro, instalado no eixo dianteiro, entrega 136 cv de potência (ou 100 kW) e 20,4 mkgf de torque. O segundo motor impulsiona o eixo traseiro com seus 170 cv (125 kW) e 29,6 mkgf. Com números de potência e torque tão significativos, o Budd-e (conceitual) vai de 0 a 100 km/h em 6,9 segundos, atingindo a velocidade máxima de 150 km/h. A autonomia média é de 530 km, enquanto o tempo para recarga de 80% das baterias é de apenas 30 minutos. A van elétrica será o primeiro modelo a ter como base a nova plataforma modular projetada exclusivamente para veículos elétricos do Grupo Volkswagen, a MEB.

Continua após a publicidade
Publicidade