Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Volkswagen Amarok despenca nas vendas e culpado é o motor V6 de 258 cv

Primeiros lotes da picape média com novo motor mais potente esgotaram tão rápido que não há carros nas lojas

Por Henrique Rodriguez Atualizado em 8 mar 2021, 12h56 - Publicado em 8 mar 2021, 12h54
Amarok Extreme Black Style
Fernando Pires/Quatro Rodas

Tudo estava indo bem com a Volkswagen Amarok, até o fim de novembro. Foi quando a picape média estreou o esperado motor V6 3.0 turbodiesel em versão mais potente. Passava dos 225 cv para 258 cv em condições normais, podendo chegar aos 272 cv com a função overboost ativada.

Clique aqui e assine Quatro Rodas por apenas R$ 7,90

O lançamento da nova versão, porém, não foi suficiente para evitar que a Amarok passasse da quarta posição no ranking de picapes médias mais vendidas para a última: teve apenas 26 unidades emplacadas em fevereiro, contra 908 em dezembro. E a culpa é do novo motor.

Vendas da Volkswagen Amarok nos últimos 12 meses:

O problema é que a nova versão fez sucesso imediato e a demanda foi maior do que a Volkswagen poderia atender. E quem procura pela picape nas concessionárias é informado da falta.

De acordo com a fabricante, o primeiro lote da Amarok V6 de 258 cv tinha 400 unidades e esgotou em meros 18 minutos. Foi ainda mais rápido que a Amarok V6 de 225 cv, que em 2017 teve um lote de 450 unidades esgotado em 24h.

Amarok Extreme Black Style

Outros três lotes, com 200 unidades cada, foram disponibilizados e também esgotaram em minutos, antes do fim de 2020. A disponibilidade era de apenas 1.000 unidades e agora a picape média está em falta nas concessionárias.

Continua após a publicidade

Para piorar, a fábrica da VW em General Pacheco, na Argentina, esteve em férias coletivas até meados de janeiro. A produção plena já foi retomada e a previsão é que novas unidades da Amarok V6 cheguem ao Brasil ainda em março.

Essa dependência da Amarok V6 se dá porque desde o ano passado apenas as versões com motor mais potente são disponibilizadas para o público em geral.

Amarok Extreme Black Style
Motor pode chegar aos 272 cv de potência com o overboost ativado Fernando Pires/Quatro Rodas

O motor 2.0 biturbo diesel de 180 cv foi mantido apenas nas versões para trabalho e dedicadas a frotistas, que nem sequer aparecem mais no site da fabricante – nem na área de varejo, nem na de vendas corporativas. Mas ela garante que não saíram de linha.  Os últimos preços de tabela foram R$ 218.190 para a Comfortline e R$ 237.290 para a Highline 2.0.

Hoje os preços da Volkswagen Amarok V6 partem dos R$ 256.270 na versão Highline. A versão seguinte é a mais cara, Extreme, que custa a partir de R$ 270.100. 

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

QR - CAPA 742 - FEVEREIRO

Continua após a publicidade

Publicidade