Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Você sabia? Brasileiro teria inventado o câmbio automático

Biografia diz que tio-avô do escritor Paulo Coelho vendeu projeto à GM nos anos 30 por US$ 10 mil

Por Vitor Matsubara Atualizado em 28 Maio 2018, 01h25 - Publicado em 30 set 2015, 16h56
Esquema do câmbio Hydra-Matic
Esquema do câmbio Hydra-Matic Reprodução/Internet

Até hoje a maior invenção atribuída a um brasileiro teria sido o avião. Todos conhecem a façanha de Alberto Santos Dumont a bordo do 14-bis – embora nos Estados Unidos o crédito pela invenção seja dado aos irmãos Wright.

Mas pouca gente sabe que um componente muito comum nos carros atuais – e que se popularizou justamente nos EUA – teria sido idealizado por um brasileiro: o câmbio automático.

Curiosamente, a informação veio à tona de uma forma inusitada, mais precisamente na biografia do escritor Paulo Coelho – “O Mago”, escrita pelo jornalista Fernando Morais. Coelho contou ao jornalista a história de um tio-avô que alegava ter criado esse tipo de câmbio.

A própria família acreditava tratar-se de uma lenda, já que seus parentes diziam que “tio José”, como era carinhosamente chamado pela família, “vivia inventando coisas”.

Propagandas do sistema Hydra-Matic da Oldsmobile nos anos 1940
Propagandas do sistema Hydra-Matic da Oldsmobile nos anos 1940 Acervo/Quatro Rodas

Intrigado e fascinado, Fernando Morais resolveu investigar a veracidade desta versão. E descobriu que o tio-avô de Paulo não estava mentindo daquela vez – apesar de algumas publicações americanas ignorarem tal história.

Continua após a publicidade

Segundo o jornalista, o engenheiro mecânico José Braz Araripe teria inventado o câmbio hidramático juntamente com Fernando Lemos. Depois de ter desenvolvido uma transmissão automática com fluído hidráulico, Araripe teria viajado à Detroit (EUA), onde apresentou seu invento à General Motors em 1932.

Um outro tipo de transmissão automática já havia sido criado anos antes no Canadá. O sistema, porém, era pneumático, e carecia de potência e praticidade para ser produzido em série.

A GM acabou se interessando pelo projeto dos brasileiros e propôs duas ofertas: US$ 10 mil na hora ou US$ 1 por carro vendido com a tecnologia. Provavelmente sem ter ideia da capacidade de popularização dos automóveis (e de seu próprio invento), José escolheu a primeira opção.

Fazendo a conversão da moeda norte-americana em valores atualizados, descobrimos que os inventores levaram o equivalente a US$ 160 mil para casa.

Em tempo: a invenção brasileira só chegaria às ruas em 1939, quando a montadora apresentou uma tecnologia chamada “Hydra-Matic” na linha 1940 dos modelos Oldsmobile.

por isso que durante muito tempo – inclusive no Brasil – as pessoas costumavam chamar os veículos com câmbio automático de “hidramáticos”.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Continue lendo, sem pisar no freio. Assine a QR.

Impressa + Digital

Plano completo da QUATRO RODAS! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da QUATRO RODAS, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Comparativo entre os principais modelos do mercado.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.

Receba mensalmente a QUATRO RODAS impressa mais acesso imediato às edições digitais no App QUATRO RODAS, para celular e tablet.

a partir de R$ 14,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao Site da QUATRO RODAS, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Comparativo entre os principais modelos do mercado.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.

App QUATRO RODAS para celular e tablet, atualizado mensalmente.

a partir de R$ 9,90/mês