Assine QUATRO RODAS por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Vídeo: os segredos do GWM Haval H6 GT, SUV que estreia agora no Brasil

SUV cupê conta com três motores, quase 400 cv e design que, além de bem chamativo, foi calculado para cair no gosto do brasileiro

Por Eduardo Passos
Atualizado em 3 abr 2024, 15h52 - Publicado em 17 fev 2023, 11h00

Livro de cabeceira de artistas a empresários, passando por políticos e generais, o clássico “A Arte da Guerra”, do estrategista militar Sun Tzu, foi há escrito há cerca de 2.500 anos, mas traz pensamentos que até hoje mostram pertinência.

Um deles diz respeito a formas de vencer com inteligência; isto é, trocando a força bruta por eficiência e sagacidade. De certa forma, é possível dizer que a Great Wall Motors seguiu um pouco desse pensamento. Conterrânea de Tzu, a fabricante desembarca no Brasil reduzindo seu nome para GWM, mas sonhando alto.

GWM Haval H6 GT é um dos modelos de estreia da chinesa no Brasil
GWM Haval H6 GT é um dos modelos de estreia da chinesa no Brasil (Divulgação/GWM)

Antes mesmo de lançar seus primeiros carros, comprou a fábrica ex-Mercedes-Benz em Iracemápolis (SP). Suas primeiras peças publicitárias estrearam na TV aberta na virada do ano, unindo música dos Beatles ao DJ Alok. E seus primeiros carros que serão vendidos no Brasil estão prestes a serem lançados.

Caimento cupê é só um dos destaques do modelo esportivo da GWM
Caimento cupê é só um dos destaques do modelo esportivo da GWM (Divulgação/GWM)

Inicialmente, são dois SUVs médios, que compartilham da mesma mecânica. O GWM Haval H6 Premium tem carroceria mais tradicional, com frente que lembra o Peugeot 3008, e já fomos ao Rio de Janeiro conhecê-lo em vídeo. Agora, é a vez do Haval H6 GT, que aposta pesado no estilo.

Haval H6
Haval H6 Premium é o irmão comportado da linha (GWM/Divulgação)

Um, dois, três motores

Ambos os utilitários têm a mesma mecânica. No caso, um conjunto chamado eTraction, que une o motor 1.5 turbo (dianteiro) a um par de motores elétricos, um em cada eixo. São 393 cv (67 cv a mais que os Haval H6 de outros mercados) e 77,7 kgfm combinados — a GWM não divulga a potência de cada motor argumentando que isso pode confundir os clientes.

Continua após a publicidade
Há um motor elétrico em cada eixo, garantindo tração integral ao modelo
Há um motor elétrico em cada eixo, garantindo tração integral ao modelo (Divulgação/GWM)

Os dois motores elétricos movem o SUV na maior parte do tempo e até os 145 km/h, afinal de contas, é em baixas velocidades que os motores elétricos vencem, com folga, os térmicos quando o assunto é eficiência energética. Em velocidades maiores e em arrancadas com pé cravado, o motor a gasolina contribui no impulso, mas, na maior parte do tempo, ele serve como gerador, alimentando as baterias.

 

No dia a dia, dá para usar o H6 GT em modo 100% elétrico com pouco esforço
No dia a dia, dá para usar o H6 GT em modo 100% elétrico com pouco esforço (Divulgação/GWM)

Enquanto gerador, o 1.5 turbo consegue rodar em faixa de alta eficiência, e isso é determinante para que o Haval H6 GT chegasse aos números de consumo no teste de QUATRO RODAS. Foram 20,4 km/l de gasolina na cidade e 19,0 km/l na cidade.

Compartilhe essa matéria via:

Mas não é necessário queimar gasolina para dirigi-lo. A bateria de 34 kWh é tão grande quanto a de carros elétricos de entrada e geram alcance superior a 100 km. O proprietário pode, por exemplo, carregar o carro à noite em um wallbox, levando a carga de 0 a 100% em 5h. Incomum para híbridos, também carregamento por corrente contínua (DC), a famosa carga rápida, que leva a bateria de 10 a 80% em cerca de 30 minutos.

Material que imita fibra de carbono é exclusivo da versão GT e foi colocado para agradar o brasileiro
Material que imita fibra de carbono é exclusivo da versão GT e foi colocado para agradar o brasileiro (Divulgação/GWM)

Estilo à brasileira

A grande diferença do H6 GT para o irmão mais comportado é o visual, principalmente por conta da grande moda da vez, a traseira cupê. O caimento só não é maior porque as portas (mesmas do H6 Premium) limitam a inclinação, mas o estilo completado pelo aerofólio duplo, difusor de ar chamativo e para-choque com recortes bem marcados deve agradar.

Outra alteração específica do Brasil: freios em vermelho
Outra alteração específica do Brasil: freios em vermelho (Divulgação/GWM)

A GWM faz questão de reforçar o quanto a opinião do brasileiro determinou as alterações do carro em relação ao que se tem na China. Isso fica evidente na ausência de partes cromadas e, por exemplo, na régua com textura de fibra de carbono que une as lanternas. O visual bem esportivo também predomina nos freios vermelhos, caixas de roda bem chamativas e no para-choque dianteiro, onde também há revestimento em preto brilhante.

Continua após a publicidade
Esportivo e híbrido plug-in: mensagem fica clara pelos emblemas
Esportivo e híbrido plug-in: mensagem fica clara pelos emblemas (Divulgação/GWM)

É curioso que na grade haja o emblema “HAVAL”, mas vale lembrar que, no Ásia, essa é uma marca à parte da GWM, assim como a Ora e a Tank, que também devem chegar ao Brasil. Ao menos por enquanto, o designador será utilizado como faz a Caoa Chery e sua linha Tiggo, mas isso pode mudar caso o consumidor se acostume ao “ecossistema” da marca e suas subsidiárias.

Interior e tecnologia

Por dentro, a grande diferença do H6 GT para o H6 Premium está no acabamento, que, no esportivo, traz uma imitação elegante de fibra de carbono e o refinado tecido suede, que abundam por toda a cabine.

Painel do Haval H6 GT
Painel do Haval H6 GT (Divulgação/GWM)

Os bancos se destacam pelo conforto, e o os ocupantes da frente dispõem de um console central bem à moda dos chineses. Há um andar inferior, apropriado para acomodar pequenas bolsas, e o superior com seletor giratório de marcha e botões discretos para o auto-hold e freio de estacionamento.

O quadro de instrumentos de 10’’ é um dos pontos mais ousados, por conta de sua tela flutuante. Marcas de apelo mais tech vêm apostando nessa opção, mas sempre oferecendo uma interface criativa que reinventa de maneira atraente os ponteiros e mostradores. No caso do Haval, isso não existe; há uma interface padrão de carros da China que já mostra sinais de cansaço.

Quadro de instrumentos aposta na tela flutuante, mas peca pela interface muito sem graça
Quadro de instrumentos aposta na tela flutuante, mas peca pela interface muito sem graça (Divulgação/GWM)

A central multimídia, por outro lado, cumpre tudo que se espera: suas 12,3’’ têm ótima resolução, brilho e qualidade de imagem. A conexão com Android Auto e Apple Carplay é sem fio e a GWM já fechou uma parceria com a Claro, a fim de oferecer internet a bordo para a plenitude de serviços conectados previstos.

Continua após a publicidade
Central multimídia, por outro lado, dispensa críticas
Central multimídia, por outro lado, dispensa críticas (Divulgação/GWM)

Falando em tecnologia, o H6 GT ainda conta com reconhecimento facial que, via pequena câmera na coluna A, identifica os ocupantes e, automaticamente, ajusta itens como posição dos bancos (os dois da frente com comandos elétricos), retrovisores, modos de condução e mais. Esse é um dos equipamentos exclusivos do H6 GT, junto com o som premium e os pneus Michelin Pilot Sport 4 SUV.

Há abundância de câmeras e sensores
Há abundância de câmeras e sensores (Divulgação/GWM)

O pacote tecnológico, claro, inclui sistema de condução autônoma. Há controle de cruzeiro adaptativo com stop-and-go (ou seja, capacidade de atuar no anda e para de engarrafamentos), assistente de permanência em faixa até em curvas e frenagem autônoma de emergência. São cinco câmeras e 14 radares distribuídos ao redor do veículo, que servem até para desviar de caminhões.

Preços e versões

A GWM quer posicionar o Haval H6 acima dos Jeep Compass diesel e Toyota Corolla Cross Hybrid mais caros, e abaixo dos SUVs das marcas de luxo. De acordo com o chefe de operações comerciais (CCO) da GWM, Oswaldo Ramos, a forma como a Audi trabalha as carrocerias SUV e SUV cupê norteia o posicionamento dos Haval H6.

GWM Haval H6 GT
Unidades à pré-venda ainda estão a caminho do Brasil (GWM/Divulgação)

Dessa forma, o H6 GT será posicionado acima do H6 Premium, com uma diferença de preços entre R$ 20.000 e R$ 30.000. Se a expectativa para o Haval H6 Premium é R$ 260.000, o H6 GT custaria até R$ 290.000. O único valor que já sabemos é o preço da entrada na fila de espera, que sai por R$ 9.000. O pagamento não apenas garante uma das 700 unidades do primeiro lote como, claro, também é abatido do valor do veículo.

Quem desembolsar esse montante terá acesso, por ordem de chegada, às primeiras unidades da Great Wall Motors no Brasil. Elas já foram fabricadas na China e estão em trânsito, via barco, rumo ao mercado nacional. A pré-reserva pode ser feita através do Mercado Livre, e não é à toa: um das promessas da GWM é o processo de venda e pós-venda.

Continua após a publicidade
GWM Haval H6 GT
Quem comprar o GWM Haval H6 GT receberá o carro na porta de casa, independentemente da cidade (GWM/Divulgação)

Dessa forma, as 700 unidades do primeiro já estreiam o sistema de delivery e, em qualquer cidade do Brasil, que adquiri-las receberá o carro em casa. Segundo a marca, haverá 50 concessionárias espalhadas pelo país até o meio do ano; em seu entendimento, “suficientes para cobrir 100% do território nacional.”

Fotos do GWM Haval H6 GT

Desempenho do GWM Haval H6 GT

Quatro Rodas levou o GWM Haval H6 GT para a pista de testes com exclusividade em janeiro. O resultado dos testes de desempenho e consumo você confere a seguir:

Teste – GWM Haval H6 GT

Aceleração
0 a 100 km/h: 4,8 s
0 a 1.000 m: 25,8 s – 188,7 km/h
Velocidade máxima 189 km/h
Retomadas
D 40 a 80 km/h: 2,2 s
D 60 a 100 km/h: 2,8 s
D 80 a 120 km/h: 3,7 s
Frenagens
60/80/120 km/h a 0: 13,4/24,4/54,1 m
Consumo
Urbano: 20,4 km/l
Rodoviário: 19 km/l
Ruído interno
Neutro/RPM máx.: 43,5 (charge)/- dBA
80/120 km/h: 64,4/69,9 dBA
Aferição
Velocidade real a 100 km/h: 97 km/h
Volante: 2 voltas
Seu Bolso
Preço estimado: R$ 290.000
Garantia: 5 anos

Condições de teste: alt. 660 m; temp., 24,5 °C; umid. relat., 74%; press., 1.012 kPa. Realizado na Pista de Testes ZF

Continua após a publicidade

Ficha Técnica – GWM Haval H6 GT

Motor: gas., diant., transv., 4 cil., 16V, turbo, inj. direta, 1.499 cm³; 2 elétricos síncronos; potência comb., 393 cv; torque comb., 77,7 kgfm
Câmbio: automático, DCT, 2 marchas, tração integral
Bateria: 34 kWh; autonomia, 170 km
Direção: elétrica
Suspensão: McPherson (diant.), multilink (tras.)
Freios: disco ventilado (diant.), disco sólido (tras.)
Pneus: 235/55 R19
Peso: 2.050 kg
Dimensões: compr., 472,7 cm; larg., 194 cm; alt., 172,9 cm; entre-eixos, 273,8 cm; porta-malas, 560 litros; tanque, 55 litros

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.