Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Vídeo: confira o que há de bom e ruim no novo Peugeot 208

Destacamos cinco vantagens e cinco desvantagens da segunda geração do compacto da Peugeot

Por Isadora Carvalho Atualizado em 4 mar 2021, 17h28 - Publicado em 4 mar 2021, 17h25

O Peugeot 208 chegou ao mercado no início de setembro do ano passado e após completar pouco mais de seis meses de mercado decidimos destacar as vantagens e desvantagens do modelo de entrada da marca francesa.

Clique aqui e assine Quatro Rodas por apenas R$ 7,90.

Nesse tempo de mercado, o compacto vendeu 5.809 unidades – uma média de 1.000 emplacamentos por mês – não é um desempenho incrível, mas tendo em vista o período que estamos vivendo não é dos piores resultados do mercado.

Continua após a publicidade

No nosso vídeo destacamos os tributos do hatch, entre eles: o bom pacote de equipamentos, o belo design e eficiente conjunto de suspensão. Também destacamos, a boa ergonomia, assim como a qualidade dos materiais empregados no acabamento e os itens de conectividade.

Entre os aspectos negativos, ressaltamos a pequena capacidade de carga do porta-malas (265 litros), a menor da categoria, o espaço interno reduzido, o motor 1.6 desatualizado frente aos rivais e o seu preço elevado. 

Esse último é importante destacar que no momento da gravação do vídeo, o Peugeot era o mais caro entre os rivais, porém com o novo aumento do VW Polo, ele perdeu esse posto e passou o título de mais caro da categoria para o VW Polo Highline que custa agora R$ 97.290

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

QR - CAPA 742 - FEVEREIRO

Continua após a publicidade

Publicidade