Vale esperar – Novo Honda City

Até o ano que vem o mercado nacional será invadido por modelos que valem a espera antes de fechar um negócio. O novo Honda City é um deles

geral geral

geral (/)

A Honda segue com seu plano de renovação geral e, em outubro, apresenta a nova geração do City – a sexta da história global do modelo e segunda no Brasil. Derivado da plataforma do Fit – que estreou em maio, também em nova geração -, o City seguirá basicamente a mesma estratégia de chegada. Ou seja, sai o câmbio automático com conversor de torque de cinco marchas e entra uma caixa CVT com relações infinitas. A transmissão manual não sofre grandes alterações. O motor 1.5, por sua vez, recebeu mais atenção da engenharia brasileira: passou a contar com bicos injetores de combustível com aquecimento, o que permitiu a dispensa do tanquinho de gasolina para partida a frio. O objetivo das mudanças mecânicas é reduzir o consumo.

Quanto ao visual, apesar de se tratar de uma nova plataforma, as linhas e proporções básicas serão mantidas, o que quer dizer que o bom aproveitamento de espaço para pessoas e bagagem continuará sendo a marca registrada do City.

Veja outros modelos que vale a pena esperar antes de fechar um negócio

Como a plataforma abriga o tanque de combustível abaixo dos assentos dianteiros, o assoalho que fica logo à frente do banco traseiro é plano. Isso não apenas facilita a acomodação de um quinto ocupante como melhora todo o espaço interno, ao reservar maior área para a cabeça. O porta-malas ainda é o destaque, com 510 litros, mantendo o City superior ao Civic (449 litros) nesse quesito.

A lista de equipamentos não deverá sofrer muitas alterações, o que é uma pena. Lá fora, o novo City pode receber itens típicos de categorias superiores, como faróis com parábola dupla, ar-condicionado digital com regulagem por toque na tela e saídas de ventilação para o banco traseiro, GPS, câmera de ré e piloto automático. Preços e versões devem seguir o padrão do Fit: DX, LX, EX e EXL, com preços entre R$ 51 000 (básico, com câmbio manual) e R$ 67 000 (completo, com CVT).

Inicialmente, o City será produzido em Sumaré (SP), mas sua linha de montagem deverá migrar para a unidade de Itirapina (SP) em 2016.

Estreia: 10/2014

Preço: R$ 51 000

Concorrentes: New Fiesta Sedan, HB20S

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s