Tudo o que muda no Honda HR-V 2019, que parte dos R$ 92.500

SUV compacto tem design atualizado e evoluções técnicas, mas está até R$ 3.000 mais caro

Linha 2019 do HR-V tem atualizações visuais e técnicas

Linha 2019 do HR-V tem atualizações visuais e técnicas (DIvulgação/Honda)

Maior sucesso da Honda no Brasil, o HR-V passa agora por sua primeira atualização desde o lançamento, em março de 2015.

Embora as mudanças no visual tenham sido feitas mudando peças plásticas – mais baratas e menos complicadas de fazer do que se mudasse chapas metálicas – a Honda aproveitou a ocasião para corrigir algumas questões técnicas.

Por exemplo, a suspensão tem novo acerto, a cabine ganhou mais isolamento acústico e o câmbio CVT ganhou programação. O HR-V também ficou mais completo desde a versão de entrada, LX.

Lanternas traseiras com leds estão em todas as versões

Lanternas traseiras com leds estão em todas as versões (DIvulgação/Honda)

Em compensação, também está mais caro.

A versão LX parte dos R$ 92.500, um aumento de R$ 2.300 sobre os R$ 90.200 cobrados na linha 2018. Já a EX aumentou R$ 1.600, de R$ 97.100 para R$ 98.700. Por enquanto a versão mais cara será a EXL, de R$ 108.500 – custava R$ 105.500 na linha 2018, um aumento de R$ 3.000.

Vamos às mudanças.

Dianteira

Para quem reclamava do aspecto dos faróis de parábola simples do HR-V, a Honda passou a usar bloco elíptico, que não só muda aspecto visual como também promete otimizar o facho do farol.

Faróis ganharam bloco elíptico e leds em todas as versões

Faróis ganharam bloco elíptico e leds em todas as versões (Divulgação/Honda)

A peça também integra luzes diurnas de led, que antes estavam apenas na versão topo de linha Touring e agora equipará também as LX, EX e EXL.

Os novos faróis têm prolongamento cromado na parte superior, que dá a ideia de unidade com a grade com barra mais grossa. É uma característica de design que vem de outros modelos da marca, como Civic, Fit e City.

Cromados sobre os faróis se integram à grade

Cromados sobre os faróis se integram à grade (Divulgação/Honda)

O para-choque também muda, e tem nicho maior para os faróis de neblina – que passam a ser de série também na versão LX. Por causa dele, o comprimento aumentou de 4,29 m para 4,33 m.

Versão LX não tem repetidores de seta nos retrovisores

Versão LX não tem repetidores de seta nos retrovisores (Divulgação/Honda)

A EXL tem novos equipamentos, como acendimento automático dos faróis, os retrovisores com rebatimento elétrico – os retrovisores com repetidores de seta estão presentes desde a versão EX.

Lateral

O HR-V mantém as rodas aro 17 com pneus 215/55, mas elas têm novo desenho – o mesmo adotado pelo modelo nos Estados Unidos. Uma coisa que não muda é que o SUV usa a mesma roda em todas as versões.

Novas rodas diamantadas aro 17 equipam todas as versões

Novas rodas diamantadas aro 17 equipam todas as versões (Divulgação/Honda)

Traseira

Antes exclusivas da versão Touring, as lanternas com leds passam a estar presentes em todas as versões do Honda HR-V. A peça, inclusive, é muito parecida com a da versão topo de linha, mas é escurecida e tem moldura cinza em sua parte inferior.

Lanterna com leds é muito parecida com a do Touring

Lanterna com leds é muito parecida com a do Touring (DIvulgação/Honda)

Por dentro

Em vez de acabamento fosco, o console central passa a ter acabamento piano black, brilhante. Nas portas, maçanetas e alto-falantes ganharam mais destaque com molduras cromadas para seus nichos.

Versão LX: rádio de 5″ e ar-condicionado manual

Versão LX: rádio de 5″ e ar-condicionado manual (Divulgação/Honda)

Também há mudanças nos bancos dianteiros, que ganham apoios laterais mais robustos e assento com a parte frontal 1,5 cm mais alta, para dar maior suporte às coxas do motorista e do carona.

Versão LX: rádio de 5″ e ar-condicionado manual

Versão LX: rádio de 5″ e ar-condicionado manual (Divulgação/Honda)

Na versão EXL, o quadro de instrumentos ganha iluminação em seus três aros, sendo que o do meio pode ser personalizado em sete cores. Mas ele pode funcionar como nas demais versões, onde o aro central fica mais verde conforme a condução se torna mais eficiente.

Maçanetas e alto-falantes ganham aros cromados

Maçanetas e alto-falantes ganham aros cromados (Divulgação/Honda)

A mesma versão ainda passa a ter seis airbags e central multimídia com tela de sete polegadas compatível com Android Auto e Apple Carplay. As demais versões têm aparelho com tela de 5 polegadas, que na versão EX exibe imagens da câmera de ré.

Só a versão EXL tem duas portas USB

Só a versão EXL tem duas portas USB (Divulgação/Honda)

Outros novos equipamentos da EXL são o acendimento automático dos faróis, os retrovisores com rebatimento elétrico – os retrovisores com repetidores de seta estão presentes desde a versão EX – e as duas portas USB sob o console central, ocupando o lugar onde havia a porta HDMI da central antiga.

Mecânica

O motor 1.8 16V i-VTEC Flex segue inalterado. Tem 139/140 cv e 17,4/17,3 mkgf de torque. Mas o câmbio automático CVT que simula sete marchas tem nova programação.

Câmbio CVT foi reprogramado para ficar mais confortável em acelerações

Câmbio CVT foi reprogramado para ficar mais confortável em acelerações (DIvulgação/Honda)

A Honda quis deixar as rotações mais baixas nas acelerações intermediárias para melhorar o conforto. Para isso, limitou o ganho imediato de rotação nessas circunstâncias, para deixar as rotações subirem lentamente, como em um câmbio automático convencional.

Também de olho no conforto, o Honda HR-V tem novos amortecedores. De dezembro de 2015 a setembro deste ano, a marca testou 46 conjuntos dianteiros e 12 diferentes configurações de pares traseiros buscando mais progressividade na compressão e descompressão.

SUV ganhou amortecedores com stop hidráulico, que evitam batidas secas

SUV ganhou amortecedores com stop hidráulico, que evitam batidas secas (DIvulgação/Honda)

Os novos amortecedores trocam o tensionamento interno de molas por discos retificados. Além disso, tem stop hidráulico, que vai diminuir bastante pancadas secas na suspensão.

Também houve preocupação com o isolamento acústico da cabine. Mas o isolamento muda radicalmente de acordo com a versão.

O isolamento acústico muda de acordo com a versão

O isolamento acústico muda de acordo com a versão (DIvulgação/Honda)

Enquanto as LX e EX têm reforço apenas na parede corta-fogo (que separa a cabine do motor) e no assoalho do carona, a EXL tem ainda mais isolantes na corta-fogo, em todo o assoalho, por trás dos painéis de porta, no porta-malas e até nos para-lamas dianteiros.

E a versão Touring?

A versão topo de linha lançada em abril de 2017 não foi esquecida, mas só será lançada em 2019.

De novo na traseira, só as novas lanternas

De novo na traseira, só as novas lanternas (DIvulgação/Honda)

Alguns de seus equipamentos exclusivos, como os seis airbags, as luzes diurnas de led e as lanternas com leds foram adotados em outras versões. Por isso a Honda deve trabalhar em novos equipamentos, além dos faróis full-led e dos sensores de estacionamento e de chuva.

Uma das possibilidades é que o HR-V Touring receba o motor 1.5 turbo de 173 cv do Civic Touring. Na linha 2018, seu último preço de tabela é R$ 110.500.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s