Clique e assine por apenas 8,90/mês

Três anos depois, Honda enfim começa a produzir o Fit em Itirapina

Pronta desde 2015, fábrica aguardava recuperação do mercado para operar. Até 2021, City, WR-V, HR-V e Civic também serão transferidos para lá

Por Ana Paula Cerveira - 27 fev 2019, 14h29
Produção do Honda Fit em Itirapina (SP) Divulgação/Honda

Enfim, inaugurada. Três anos e quatro meses depois de ter ficado pronta, e totalmente parada desde então, enfim a fábrica da Honda em Itirapina (SP) inicia suas operações nesta quarta-feira (27).

O primeiro modelo a ser feito no local é o monovolume Fit. 

Com um investimento de R$ 1 bilhão, o complexo começou a ser construído em 2013 e foi concluído em outubro de 2015.

De lá pra cá, a marca segurou o início das operações devido à forte crise econômica que atingiu o país e, consequentemente, o volume produtivo da indústria automobilística.

Continua após a publicidade

Agora, ela está mais do que pronta para começar. De acordo com o fabricante, a produção do Fit começará com fluxo de 90 unidades diárias.

O plano é para que, até 2021, todos os modelos nacionais – City, WR-V, HR-V e Civic, além do próprio Fit – passem a ser produzidos na unidade.

Fábrica de Itirapina, no interior de São Paulo Divulgação/Honda

Itirapina tem capacidade nominal de produção de 120 mil carros ao ano, em dois turnos, e contará com a transferência de funcionários da outra fábrica de automóveis da marca no país, em Sumaré (SP).

Esta, por sinal, terá a produção de veículos gradativamente esvaziada até passar a concentrar apenas o fabrico de motores e operações como fundição, usinagem, injeção plástica, engenharia da qualidade, planejamento industrial e logística.

Continua após a publicidade

Graças aos ganhos de produtividade, com uma atuação integrada entre as plantas de Sumaré e Itirapina, tornaremos nossa operação no país mais competitiva”, diz Issao Mizoguchi, presidente da Honda na América do Sul.

Publicidade