Top Ten: estes 10 nomes de carro são tão fortes que viraram marcas

Nomes de automóveis de sucesso que ganharam status de marcas independentes

De volta às origens

SRT (Street & Racing Technology) Viper

SRT (Street & Racing Technology) Viper (Acervo/Quatro Rodas)

A sigla SRT (Street & Racing Technology) imortalizou os esportivos da Dodge, Jeep e Chrysler, como o Viper – era como se chamava a versão apimentada do cupê. Em 2013, na quinta geração, o nome ganhou vida própria e o modelo virou SRT Viper. Após dois anos, advinha quem voltaria a ser apenas uma divisão esportiva da Dodge?

Peso na categoria

Cupra deixou de ser apenas um modelo esportivo da Seat e se tornou a linha esportiva da marca

Cupra deixou de ser apenas um modelo esportivo da Seat e se tornou a linha esportiva da marca (Acervo/Quatro Rodas)

A fabricante espanhola Seat, do Grupo VW, fez tanto sucesso nas categorias de rali e turismo com o modelo Cupra que, em 2018, rebatizou sua divisão de alta performance Seat Sport de Cupra Racing e Cupra passou a ser uma marca própria, com o TCR (foto) e o SUV Ateca.

Negócio da China

O sedã Jetta se tornou marca da Volkswagen na China, devido ao grande sucesso no país

O sedã Jetta se tornou marca da Volkswagen na China, devido ao grande sucesso no país (Acervo/Quatro Rodas)

O mercado chinês sempre foi importante para a VW, em especial para o bem-sucedido Jetta. Daí, a partir de 2019, esse nome passou a ser uma marca de baixo custo para jovens entre 25 e 35 anos. Entre os modelos, dois SUVs e um sedã já ganharam a nova identidade.

O carneiro virou Ram

Camionete que carregava o nome Dodge passou a ser chamada apenas de Ram

Camionete que carregava o nome Dodge passou a ser chamada apenas de Ram (Acervo/Quatro Rodas)

O carneiro da Dodge decorava a grade das picapes Ram, mas em 2010 tudo passou a fazer parte da FCA (Fiat Chrysler Automobiles). Com isso, a estratégia de negócios mudou: a Dodge ficou só com os veículos de passeio e Ram tornou-se uma marca de utilitários.

Energia de sobra

A Polestar se tornou a marca de veículos elétricos da Geely, proprietária da Volvo

A Polestar se tornou a marca de veículos elétricos da Geely, proprietária da Volvo (Acervo/Quatro Rodas)

Comprada pela chinesa Geely (dona da Volvo)em 2015, a Polestar fabricou esportivos para a montadora sueca e, em 2017, tornou-se independente, com produção de esportivos elétricos, entre eles o Polestar 1, um modelo inspirado no car show Volvo Concept Coupe.

Divisão de classes

A DS era um sigla para os clássicos da Citroen para se tornar marca do grupo PSA

A DS era um sigla para os clássicos da Citroen para se tornar marca do grupo PSA (Acervo/Quatro Rodas)

A DS (Different Spirit ou Distinctive Series) é uma alusão aos clássicos da Citroën como o modelo feito de 1955 a 1975. A partir de 2009, a sigla tornou-se uma firma do grupo PSA (Peugeot, Citroën, Opel e Vauxhall), oferecendo o DS3, DS4, DS5, DS6 e DS7.

Minidetalhes

O Mini se tornou muito famosa ao aparecer no seriado “Mr. Bean”. Mesmo pertencendo ao grupo BMW, os carros seguem tendo como marca a Mini

O Mini se tornou muito famosa ao aparecer no seriado “Mr. Bean”. Mesmo pertencendo ao grupo BMW, os carros seguem tendo como marca a Mini (Acervo/Quatro Rodas)

Com motores de 850 e 1.275 cm³, o modelo Mini, produzido de 1959 a 2000 pela British Motor Corporation (até 1968), British Leyland  (até 1986) e Rover Group, ficou tão famoso que virou até astro da série de humor Mr.Bean. Hoje a Mini é marca própria, do Grupo BMW.

Independente só aos 50

A AMG prepara os Mercedes para competição. Comprada pelo grupo Daimler passou a ser responsável pelo superesportivo SLS

A AMG prepara os Mercedes para competição. Comprada pelo grupo Daimler passou a ser responsável pelo superesportivo SLS (Acervo/Quatro Rodas)

Desde 1967, a AMG preparava Mercedes para competições e modelos de rua como o 190E e o “The Hammer”, um dos mais velozes de sua época. Em 1993, foi absorvida pela Daimler e acabou por se tornar marca própria. O SLS, de 2010, foi o primeiro feito totalmente pela AMG.

Eu e mais ninguém

O Genesis fez sua fama por onde passou e deixou de lado emblema da Hyundai, sua produtora, por ter ganho a própria ‘personalidade’

O Genesis fez sua fama por onde passou e deixou de lado emblema da Hyundai, sua produtora, por ter ganho a própria ‘personalidade’ (Acervo/Quatro Rodas)

Procure um Genesis feito a partir de 2017 e verá que não há o “H” estilizado da Hyundai na sua dianteira. Criado em 2008 para concorrer com os sedãs de alto luxo, o modelo coreano passou a ostentar logotipo próprio nove anos depois, ao contrário dos demais Hyundai.

Sangue italiano

Depois de voar baixo nas pistas, a Abarth se tornou um segmento esportivo da Fiat

Depois de voar baixo nas pistas, a Abarth se tornou um segmento esportivo da Fiat (Acervo/Quatro Rodas)

De 1949, a Abarth fez seu nome nas pistas nos anos 60, enfrentando equipes já consagradas, como Porsche e Ferrari. Adquirida pela Fiat em 1971, hoje é uma divisão independente, que produz o 124 Spider Turismo, além dos Fiat 500 esportivos rebatizados de Abarth 595 e 695.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s