Clique e assine por apenas 5,90/mês

Top Ten: Chevrolet é suíça? Marcas de carro com dupla nacionalidade

Eles se lançaram no mundo e fizeram fama ao fundar uma marca longe de sua terra natal

Por Da Redação - 18 mar 2019, 09h40

A nacionalidade de uma fabricante automotiva está sempre vinculada ao país onde ela foi criada, e onde possui sua sede. Entretanto, muitas marcas de carro têm como fundador uma pessoa que vem de fora daquela nação.

Com vocês, dez companhias automobilísticas de dupla nacionalidade:

Pagani

Horacio Pagani
Horacio Pagani Reprodução/Internet

O nome Horacio Pagani está associado ao Zonda, um dos superesportivos mais velozes do planeta, que é produzido em San Cesario sul Panaro, na província de Modena – por coincidência, vizinha à rival Ferrari. Mas antes de abrir sua fábrica na Itália, em 1992, o engenheiro de 62 anos emigrou da Argentina, onde nasceu.

Chevrolet

Louis Chevrolet Reprodução/Internet

Criada em 1911, sua sede fica em Detroit (EUA), que já foi a capital mundial do carro. Mas nasceu com Louis Chevrolet, mecânico suíço que foi um dos melhores pilotos dos EUA, cuja fama foi usada para vender carros, ideia do outro sócio, William C. Durant.

McLaren

Bruce McLaren Reprodução/Internet

O neozelandês Bruce McLaren já fazia bonito na Fórmula 1 com a sua primeira vitória no GP dos EUA, com apenas 22 anos em 1958. Cinco anos depois, daria início à equipe britânica que leva seu sobrenome e, em 1989, passaria a fazer os carros de rua.

Porsche

Ferdinand Porsche Reprodução/Internet

Antes de criar a marca alemã, em 1931, o engenheiro austríaco Ferdinand já era célebre: projetou o primeiro híbrido do mundo (Lohner-Porsche), o Fusca e o Mercedes-Benz SS/SSK, tudo graças à forte influência germânica que herdou dos pais.

Bugatti

Ettore Bugatti Reprodução/Internet

Alguns acreditam que esta fabricante é da Itália, mas apenas seu fundador nasceu lá. Ettore Bugatti fez fama na cidade francesa de Molsheim, na Alsácia, a partir de 1909 e projetou importantes carros, como o T35 de 1924, que obteve 1.850 vitórias em corridas

Continua após a publicidade

De Tomaso

Alejandro de Tomaso Reprodução/Internet

O argentino Alejandro de Tomaso teve de fugir de seu país em 1955 por causa do regime militar. Já na Itália, casou-se com uma piloto de corrida americana e juntos firmaram a parceria na província de Modena em 1959, mas a empresa fechou em 2004.

Abarth

Carlo Abarth Reprodução/Internet

A companhia italiana que nasceu em 1949 fez bonito nas corridas nos anos 60 com seu 850 TC, páreo para Porsche 904 e Ferrari Dino. Mas o passado do criador não podia ser mais inesperado: Carlo Abarth era austríaco e só queria saber de pilotar motocicletas.

Buick

David Dunbar Reprodução/Internet

A marca que pertencia ao grupo americano General Motors foi fundada em 1903 pelo escocês David Dunbar, um engenheiro à frente de seu tempo, conhecido como o inventor da configuração “overhead valve” (válvulas no cabeçote dos motores).

Hispano-Suiza

Marc Birkigt Reprodução/Internet

A mistura de nacionalidades está no nome da empresa nascida em 1904. O militar espanhol Emilio de la Cuadra conheceu em Paris o engenheiro suíço Marc Birkigt (ao volante), o verdadeiro cabeça da marca, que se instalou em Barcelona, até desaparecer em 1968.

Tesla Motors 

Elon Musk Reprodução/Internet

Conhecida como a Apple dos automóveis, a montadora produz os esportivos elétricos que mudaram o cenário mundial dessa indústria. Sediada em Palo Alto, Califórnia (EUA), tem como cofundador o sul-africano Elon Musk, que fez com que ela valesse mais que a GM.

Continua após a publicidade
Publicidade