Clique e assine por apenas 8,90/mês

Sistema de autopilotagem da Tesla evolui, mas ainda não dispensa motorista

Atualizado remotamente, software avisa ao condutor para não tirar as mãos do volante

Por Rodrigo Furlan - Atualizado em 9 nov 2016, 14h43 - Publicado em 15 out 2015, 12h42
tecnologia

A partir de hoje, os proprietários dos Tesla Model S produzidos a partir de setembro de 2014 poderão contar com um novo sistema de autopilotagem em seus modelos. Distribuída remotamente, a atualização do software permite que o sedã elétrico se comporte praticamente como um carro autônomo, mas o fato é que ainda não dispensa a atuação do motorista.

De acordo com a montadora californiana, a atualização 7.0 permite que o Model S execute sozinho a mudança de faixa no trânsito (ao acionar o sinal de conversão), controle a velocidade de acordo com as condições da via (com o controle de cruzeiro adaptativo), freie em situações de emergência e até localize uma vaga de estacionamento, realizando a manobra de parada.

Como se nota, o condutor ainda tem papel relevante para a execução dessas tarefas. “No longo prazo, as pessoas não precisarão mais tocar no volante dos carros – eventualmente, talvez nem haja volantes e pedais. Mas ainda é muito cedo para isso, e estamos sendo muito claros ao frisar que os motoristas não podem abdicar da responsabilidade deles nesse momento”, disse Elon Musk, CEO da Tesla, em comunicado.

Assim sendo, em cada situação na qual uma das funções de autopilotagem for acionada, uma mensagem será iluminada no painel pedindo para que o motorista mantenha as mãos no volante. Caso as condições de condução estejam críticas, será um emitido um alerta sonoro pedindo para que a pessoa assuma o controle do carro; em último caso, se a instrução não for obedecida, o Model S pode reduzir a velocidade até parar completamente.

Neste primeiro momento, a atualização do software estará disponível apenas nos Estados Unidos. Na próxima semana, outros mercados, como Ásia e Europa, também receberão o pacote. Vale mencionar que o novo modelo da Tesla, o utilitário esportivo Model X, também contará com a tecnologia de autopilotagem – o início das entregas está previsto para o segundo semestre de 2016.

VEJA MAIS– Tesla S quebra recorde das avaliações do Consumer Reports– Tesla oficializa Model X, seu primeiro SUV elétrico

Continua após a publicidade
Publicidade