Clique e Assine QAUTRO RODAS por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Retrocesso: Fiat Uno 2019 deve perder equipamentos e voltar ao motor Fire

Segundo site Autos Segredos, novo propulsor Firefly deixará de ser usado na próxima atualização do hatch

Por Rodrigo Ribeiro
1 jun 2018, 15h39
Motores modernos e versões mais caras, como a Sporting, darão adeus na linha 2019 do Uno (Divulgação/Fiat)

A próxima geração do Uno terá avanços significativos, como o retorno da mítica versão turbo.

Mas antes das melhorias, o hatch mineiro enfrentará alguns retrocessos.

De acordo com o jornalista Marlos Ney Vidal, do site Autos Segredos, o novo Uno 2019 será simplificado em equipamentos e motorizações para ficar mais barato.

Continua após a publicidade
A família Firefly usada até então no Uno é uma das mais modernas da categoria no Brasil (Divulgação/Fiat)

A mudança mais notória é a saída dos modernos motores Firefly de três e quatro cilindros (os mesmos que hoje equipam Mobi e Argo).

Essa linha de motores, que dará origem às futuras versões turbo de Uno, Argo e Cronos, será substituída pelo antigo Fire.

Continua após a publicidade

Esse 1-litro veterano estreou no Brasil em 2000 e havia saído de linha do catálogo na última reestilização do Uno, em 2016.

Em relação ao 1.0 Firefly atual, o Fire tem menos potência (com etanol), torque e gasta mais combustível. Veja as diferenças abaixo:

Continua após a publicidade
Motor Potência (cv) Torque (mkgf) Consumo Urbano (km/l)* Consumo Estrada (km/)*
1.0 Fire 8V 73/75 (G/E) 9,5/9,9 (G/E) 11,5/8 13/9,1
1.0 Firefly 6V 72/77 (G/E) 10,4/10,9 (G/E) 13,1/9,2 15,1/10,4

*fonte: Programa Brasileiro de Etiquetagem

Versão única da linha 2019 será simplificada e terá apenas itens básicos (Divulgação/Fiat)

A mudança vai além da troca de motores e incluirá o retorno da direção hidráulica, menos eficiente que o sistema eletroassistido usado atualmente.

Continua após a publicidade

É possível também que Start-Stop, ESP e sistema de monitoramento de pressão dos pneus não estejam mais disponíveis.

O Uno também deve passar por uma pequena mudança visual.

Fiat Uno Mille Fire
As mudanças são similares à que a Fiat fez com o antigo Mille Fire, que foi simplificado para ser mais barato (Divulgação/Fiat)

A lista de equipamentos disponíveis será reduzida, bem como a oferta de itens de série – como direção assistida e ar-condicionado.

Esses dois passarão a ser opcionais.

As versões Way, Drive e Sporting sairão de linha e darão lugar a um pacote único, como o que foi feito com o novo Gol.

Continua após a publicidade

Atualmente Mobi e Grand Siena são os únicos carros da Fiat a ainda oferecerem o 1.0 Fire.

Com as mudanças, a expectativa é posicionar o novo Uno 2019 abaixo dos R$ 40 mil.

É uma transformação curiosa, pois o Mobi deveria ser o carro de entrada da marca. A partir do ano que vem, o Uno deve retomar sua tradicional posição.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.