Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Responsáveis por morte de casal em racha em MG são condenados a 14 anos de prisão

Daniel Cordeiro Leite e Rodrigo Fernando Aguiar deverão cumprir pena em regime fechado; defesa recorrerá

Por redação Atualizado em 9 nov 2016, 12h39 - Publicado em 18 ago 2013, 19h54
geral

Acusados de terem provocado a morte do casal Milton Librelon, 70, e Wanita Librelon, 69, em acidente ocorrido durante um racha em Montes Claros (MG) em 2004, Daniel Cordeiro Leite, 32, e Rodrigo Fernando Aguiar, 29, foram condenados a 14 anos e oito meses de prisão em regime fechado. A defesa afirmou que recorrerá à decisão.

O casal Librelon, juntamente com três familiares, passava por um cruzamento de duas avenidas na cidade mineira em um Santana quando foi atingido fortemente por um Passat e um Renault dirigidos por Leite e Aguiar, causando a morte do casal e ferimentos aos outros ocupantes do veículo.

Segundo as investigações, os carros dos acusados estavam turbinados para a realização de rachas na cidade. Os réus confirmaram que estavam em alta velocidade, porém, negaram a prática de racha. O julgamento terminou na última sexta-feira e teve a duração de aproximadamente 17 horas.

Continua após a publicidade

Publicidade