Clique e assine por apenas 8,90/mês

Renault volta à F-1 com equipe própria em 2016

Presente na categoria há quase 40 anos, empresa usará estrutura da Lotus F1 Team

Por Vitor Matsubara - Atualizado em 9 nov 2016, 14h45 - Publicado em 3 dez 2015, 19h39
geral

A Renault voltará à Fórmula 1 com equipe própria em 2016. O anúncio foi feito nesta quinta-feira, 3 de dezembro, por Carlos Ghosn, chairman e CEO da Renault.

“Nós tínhamos duas opções: voltar à F-1 ou deixa-la de vez. Após realizarmos um estudo detalhado, conclui que a Renault estará na categoria a partir de 2016. Conversamos com os principais acionistas da Fórmula 1 e confiamos que estamos tomando a decisão correta ao aceitar este novo desafio. Nosso objetivo é vencer – mesmo que seja preciso algum tempo para que isso aconteça”, declarou Ghosn.

Nos próximos dias, a Renault pretende finalizar os trâmites para o processo de aquisição da Lotus F1 Team, parceira da montadora há 15 anos. A Renault, aliás, está presente na Fórmula 1 há quase quatro décadas. Em 1977, a empresa revolucionou o esporte introduzindo a tecnologia de turbocompressor, que pouco tempo depois se tornaria obrigatória na categoria. Desde então, a Renault participou de mais de 600 GPs, conquistando 168 vitórias, 12 Mundiais de Construtores e 11 Mundiais de Pilotos.

Segundo a Renault, a Fórmula 1 servirá para acelerar o desenvolvimento de novas tecnologias nas pistas, que futuramente podem ser aproveitadas nos automóveis de passeio, especialmente nas áreas de veículos elétricos e híbridos.

Publicidade