Clique e assine por apenas 8,90/mês

Renault Triber: minivan do Kwid tem sete lugares e é menor que um Sandero

Minivan tem motor 1.0 de 72 cv e pode chegar ao Brasil

Por Henrique Rodriguez - Atualizado em 19 jun 2019, 10h49 - Publicado em 19 jun 2019, 10h48
O Triber é mais curto que o Sandero, mas tem a mesma largura do hatch Divulgação/Renault

O Renault Kwid estreou na Índia em 2015 e agora começa a constituir família. O Renault Triber é uma minivan de sete lugares baseada na mesma plataforma CMF-A do compacto. A intenção é a mesma: ser uma solução prática e de baixo custo.

Isso tem seu preço, literalmente. O Triber tem apenas 3,99 m de comprimento – 5 cm a menos que um Renault Sandero –, 1,74 m de largura, 1,64 m de altura e 2,64 m entre eixos, pois na Índia carros com menos de 4 m pagam menos impostos. A distância livre do solo é de 18,2 cm, pouco maior que a do Kwid.

Elementos como as molduras nas caixas de roda e a faixa nas portas lembram o Kwid Divulgação/Renault

Para ter espaço para tanta gente, a segunda fileira tem ajuste de distância e de inclinação do encosto, e pode ser tombada e rebatid. A terceira fileira é a mais alta de todas e a Renault diz que adultos podem ser transportados ali.

Carros com menos de 4 m pagam menos impostos na Índia Divulgação/Renault

O porta-malas tem capacidade para apenas 84 litros com todas as fileiras armadas, mas aumenta para 320 l com seis assentos e passa a 625 litros com os dois assentos traseiros removidos. Se faltar espaço, é possível transportar até 50 kg de carga no teto.

Continua após a publicidade
Segunda fileira de bancos corre em trilho, como na nova Chevrolet Spin Divulgação/Renault

O motor é o mesmo 1.0 SCe do Kwid, mas em versão de 72 cv e 9,8 mkgf de torque e está disponível tanto com câmbio manual como com um automatizado, ambos de seis marchas. Mas a Renault já planeja o lançamento de uma opção 1.0 turbo.

A Renault diz que é possível levar adultos na terceira fileira Divulgação/Renault

Com preço inicial estimado em 500.000 rúpias, o equivalente a R$ 27.800 na conversão direta, o Renault Triber terá alguns equipamentos sofisticados disponíveis.

O Triber terá até partida por botão Divulgação/Renault

O quadro de instrumentos é sempre digital e versões mais caras terão chave presencial, partida por botão, saídas de ar-condicionado para as fileiras traseiras, central multimídia com tela de oito polegadas e rodas de liga leve aro 15 que, no caso do monovolume, terão sempre quatro furos. 

Mas não pense que o Triber ficará apenas na Índia. A Renault pretende vender seu modelo familiar de baixo custo em outros mercados, alguns deles na América Latina – e o Brasil pode estar entre eles.

Divulgação/Renault
Divulgação/Renault
Publicidade