Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Quem vai comprar a Ducati?

Ícone italiano estaria à venda por mais de 2 bilhões de reais

Por Marcelo Brettas Atualizado em 9 nov 2016, 11h56 - Publicado em 15 fev 2012, 15h56
Ducati 1199

Como se não bastasse a crise econômica que assola o país, os italianos foram surpreendidos na semana passada com a informação publicada na edição online do Financial Times, uma referência em assuntos financeiros e econômicos, de que o grupo Investindustrial Holdings, dirigido pela família Bonomi, proprietários da Ducati, estaria articulando a venda da marca que é um dos ícones da indústria italiana.



Segundo a informação, os atuais proprietários da Ducati já teriam aberto negociacões com alguns grupos de investidores da Ásia, Europa e também dos Estados Unidos. Não demorou para surgirem especulações de que o grupo indiano Mahindra, além das marcas alemãs Volkswagen e BMW, já haviam demonstrado interesse na aquisição da Ducati.
 A BMW se apressou em fazer um comunicado oficial desmentindo os rumores, enquanto a Volkswagen preferiu não se pronunciar, mas o chairman da marca alemã, Ferdinand Piëch, jamais escondeu a sua paixão pela marca italiana – que já tentou comprar no passado – e nem que uma Ducati é a sua escolha para o uso pessoal.

A Ducati fechou o ano de 2011 com uma venda de 42 mil motocicletas, pouco mais de 10% do mercado mundial de motos esportivas, faturando pouco menos de 500 milhões de euros (cerca de 1,1 bilhão de reais). Segundo o Financial Times, o valor a ser desembolsado pelos interessados em comprar a empresa de Borgo Panigale é 1 bilhão de euros de euros, mais de 2 bilhões de reais.

Publicidade