Qual é a diferença entre os controles de estabilidade e de tração?

Entenda como funcionam os sistemas de segurança que serão obrigatórios para todos os carros do Brasil a partir de 2022

Suzuki Swift Sport R Botão para desativar o controle de estabilidade no Suzuki Swift Sport R

Botão para desativar o controle de estabilidade no Suzuki Swift Sport R (Marco de Bari/Quatro Rodas)

O controle eletrônico de estabilidade será obrigatório no Brasil para modelos completamente novos a partir de 2020 e para todos os veículos leves em 2022.

Mas com essa mudança podem surgir algumas dúvidas: quais são as diferenças entre ESC e ESP? Controle de tração é a mesma coisa? Um sistema depende do outro para funcionar?

Funcionamento do ESP em condição de oversteer (saída de traseira) e understeer (saída de frente) Funcionamento do ESP em condição de oversteer (saída de traseira) e understeer (saída de frente)

Funcionamento do ESP em condição de oversteer (saída de traseira) e understeer (saída de frente) (Arrive Alive/Internet)

Começando pelas siglas, enquanto a primeira (ESC) é sinônimo para a tecnologia em inglês, a segunda (ESP) é patenteada pela Bosch e significa Programa Eletrônico de Estabilidade em inglês.

E ainda há outros nomes, conforme o fabricante: DSC (Controle Dinâmico de Estabilidade), VSA (Assistência à Estabilidade do Veículo) ou VSC (Controle de Estabilidade do Veículo).

O sistema é capaz de analisar trajetória do veículo e movimentos do volante com sensores. Se o ESC identifica alguma situação anormal, são acionados os freios de cada roda e até o torque do motor pode ser cortado.

Luzes no painel do Ka indicam se o controle de tração está desligado (off) ou atuante Luzes no painel do Ford Ka indicam se o controle de tração está desligado ou atuante

Luzes no painel do Ford Ka indicam se o controle de tração está desligado ou atuante (Marco de Bari/Quatro Rodas)

E se o carro tem controle eletrônico de estabilidade, ele também terá ABS (obrigatório no país desde 2014) e o controle de tração – já que ambos são necessários para o funcionamento do ESC.

O sistema antibloqueio de frenagem (ABS) possui sensores de velocidade nas rodas e identifica se uma delas tende a bloquear, reduzindo a pressão do freio para impedir o travamento.

O principal objetivo do ABS é permitir que o motorista controle a trajetória do veículo durante frenagens intensas e/ou em piso de baixa aderência.

Já o controle de tração – chamado TC e TCS – é capaz de identificar se as rodas giram em falso durante arrancadas e acelerações, reduzindo o torque diretamente no motor.

Esse sistema precisa apenas dos sensores de velocidade de cada roda, assim como o ABS. Por isso, teoricamente, é possível oferecer o controle de tração em qualquer veículo com função antibloqueio de frenagem.

Esse é o caso do Volkswagen Up! TSI, por exemplo, que é oferecido de série com o controle de tração M-ABS – apesar de não contar com o controle eletrônico de estabilidade.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s