Assine QUATRO RODAS por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Em que situações faz sentido desligar o controle de estabilidade?

Desligá-lo só em caso de superfícies cobertas de neve ou areia, ou para fazer drifting

Por Da Redação
Atualizado em 3 Maio 2021, 16h29 - Publicado em 16 jan 2017, 19h42

Se o ESC é um item de segurança que nunca deve ser desligado, por que existe essa opção nos automóveis? – Raniere Lima, São Paulo (SP).

O ESC (Electronic Stability Con­trol) – também chamado de ESP (Electronic Stability Program, ou Programa Eletrônico de Estabilidade, além de outras siglas como VSA, DSC e VSC, dependendo da marca) – opera em rede com outros módulos do automóvel, como os freios ABS, motor, câmbio e direção, e tem a finalidade de impedir a perda do controle em situações de risco.

Por exemplo: ao tentar desviar de um carro ou obstáculo que subitamente aparece em seu caminho, o ESC pode frear algumas das rodas de maneira assimétrica ou diminuir a aceleração do motor para que o motorista mantenha o controle, sem que o veículo perca aderência. O mesmo ocorre quando o condutor entra rápido demais em uma curva, evitando que o carro deslize ou rode.

De qualquer maneira, é aconselhável não desligar o ESC/ESP. Mesmo assim, há casos específicos em que essa prática é necessária, como dirigir em estradas com neve profunda, areia fofa ou algumas situações de off-road, nas quais o pneu precisa derrapar um pouco até encontrar um terreno firme que forneça tração.

A função off-road nos freios ABS da Saveiro Cross faz justamente isso: em conjunto com o ESC, ela permite um leve travamento das rodas para acumular terra, cascallho ou areia à frente dos pneus, facilitando a frenagem, principalmente em descidas.

Continua após a publicidade

Outras situações são track days ou exibições em circuitos fechados (jamais em vias públicas), onde o motorista de um esportivo pode desligar o ESC para obter derrapagens controladas ou explorar ainda mais os limites de seu carro de uma maneira mais “pura”, sem artifícios eletrônicos.

Em esportivos mais avançados, o controle de estabilidade geralmente oferece modos de condução (Sport ou Race) com mínima interferência, exatamente para esse tipo de situação. Nesses casos, vale lembrar que o uso dos modos mais esportivos do ESC tende a extrair o melhor desempenho do carro – se ele for desligado, você pode até conseguir belas saídas de traseira, mas dificilmente será mais rápido, a não ser que seja um piloto de nível profissional.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Os automóveis estão mudando.
O tempo todo.

Acompanhe por QUATRO RODAS.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.