Assine QUATRO RODAS por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Primeiro Lamborghini híbrido tem 819 cv e é o mais rápido da história

Com motor V12 aspirado e supercapacitor para fornecer potência extra, Sián consegue chegar aos 100 km/h em 2,8 segundos

Por Gabriel Aguiar
3 set 2019, 20h00
Primeiro híbrido da história da marca também é o mais potente (Divulgação/Lamborghini)

É inevitável: o Lamborghini Sián é o primeiro híbrido da marca – e o mais potente da história. Tudo bem que os italianos já acenaram para a eletrificação antes, mas só agora é para valer.

Quem visitar o Salão de Frankfurt, na Alemanha, poderá ver de perto a novidade. Serão feitas 63 unidades do modelo, em homenagem à fundação do fabricante, e todas estão vendidas.

Serão produzidas apenas 69 unidades e todas já estão vendidas (Divulgação/Lamborghini)

Vale lembrar que há cinco anos no Salão de Paris, na França, a empresa já havia apresentado o conceito híbrido Asterion. Pouco depois, em 2017, foi a vez do 100% elétrico Terzo Millennio.

Para não chocar tanto os puristas, o inédito Sián recebeu um V12 aprimorado com válvulas de admissão feitas com titânio e 785 cv de potência (só que o deslocamento não foi revelado).

Continua após a publicidade
Velocidade máxima é de até 350 km/h (Divulgação/Lamborghini)

Já o sistema de 48V, ligado diretamente à caixa de câmbio, fornece 34 cv adicionais. Com total de 819 cv de potência, a novidade é capaz de chegar aos 350 km/h de velocidade máxima.

Em vez de baterias convencionais, o Sián recebeu um supercapacitor. E mesmo sem acumular tanta energia, o conjunto pode recarregar instantaneamente graças aos freios regenerativos.

Superesportivo será apresentado no Salão de Frankfurt, na Alemanha (Divulgação/Lamborghini)

Na aceleração de 0 a 60 km/h, o esportivo é 0,2 segundo mais rápido que o Aventador SVJ. Para ir de 70 a 120 km/h, é ainda melhor: 1,2 s. Nas provas de 0 a 100 km/h, bastam 2,8 s.

Continua após a publicidade

Mais impressionante que o desempenho é o resultado na balança: já somados supercapacitor e motor elétrico, o sistema só tem 34 kg, o que garante relação peso/potência de 1 cv/1 kg.

Potência combinada é de 819 cv (Divulgação/Lamborghini)

Além disso, o conjunto híbrido permite realizar algumas manobras, como estacionar e acionar marcha à ré, no modo totalmente elétrico, bem como reduzir os trancos nas trocas de marchas.

Apesar de futurista, o visual tem inspiração no passado – ao menos é o que diz a Lamborghini. Do clássico Countach veio a tampa de vidro sobre o motor e uma alusão ao periscópio no teto.

Talvez por ironia, até mesmo o nome remete à tradição: Sián significa relâmpago no dialeto de Bolonha, região italiana onde está Sant’Agata Bolognese (e também a fábrica do esportivo).

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Os automóveis estão mudando.
O tempo todo.

Acompanhe por QUATRO RODAS.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.