Clique e assine por apenas 8,90/mês

Presidente da Anfavea diz que lucro das montadoras não é alto

Média entre os anos de 2003 e 2011 ficou em 2,7%

Por Redação - Atualizado em 9 nov 2016, 13h05 - Publicado em 25 fev 2014, 20h00
mercado

Ao contrário do que é amplamente comentado, as montadoras automotivas não obtêm grandes lucros no Brasil. Ao menos foi o que afirmou Luiz Moan, presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) nesta terça-feira (25), durante uma audiência pública no Senado.

O dirigente afirmou que, entre 2003 e 2011, o lucro médio anual das fabricantes no País foi de 2,7%, enquanto a média mundial no mesmo período foi de 3%. Moan também disse que o ramo automotivo, como um todo, responde por 21% do PIB Industrial no Brasil e a 5% do PIB total.

Já Flávio Meneguetti, presidente da Federação Nacional da Distribuição dos Veículos Automotores (Fenabrave), citou outro dado surpreendente. Tomando como exemplo um carro vendido no mercado por R$ 43 mil, R$ 25 mil desse montante vai para as montadoras, R$ 12 mil são descontados em impostos e, levando em conta outros custos, o ganho das concessionárias se traduz em meros R$ 200 ou R$ 300.

Publicidade