Clique e assine com até 75% de desconto

Os lançamentos do contra-ataque da Kia

Mesmo com cotas, impostos e dólar desfavorável, a empresa está renovando sua linha de produtos no Brasil com novidades vindas da Coreia e do México

Por Paulo Campo Grande Atualizado em 9 nov 2016, 14h45 - Publicado em 1 dez 2015, 11h07
segredo

Paralisada no primeiro momento pelo Inovar-Auto, que lhe impôs cotas de importação e imposto maior, a representante da Kia no Brasil resolveu reagir. Em outubro, de uma tacada só, apresentou dois novos modelos, o SUV Sorento e a minivan Carnival. E prometeu mais para 2016.

A primeira novidade a chegar será o Sportage, um SUV menor, que foi flagrado pelo leitor Franco Assis, no interior de São Paulo.

qr-676-via-segredo-02.jpeg

A previsão inicial de lançamento era para meados do ano, mas o modelo está pronto para rodar no Brasil e vai chegar bem antes. Segundo um concessionário, a espera não passa de fevereiro de 2016. Apresentado no Salão de Frankfurt, em setembro de 2015, o SUV chega na quarta geração com visual atualizado, novos equipamentos e maior no tamanho (4 cm a mais no comprimento e 3 na distância entre-eixos). Lá fora, ele tem motores 1.6 e 1.7, a gasolina e diesel, com transmissão manual e automática. Por aqui, no entanto, deve manter o 2.0 flex de 178 cv, com câmbio automático de seis marchas.

LEIA MAIS:

– Vem aí um HB esportivo com motor 1.0 turbo

– Renault Kwid, o mini-Duster que vem para o Brasil

– Conceito da Mitsubishi demonstra os caminhos de design dos próximos SUVs

Além dos veículos importados da Coreia, a Kia contará com reforços vindos da nova fábrica da empresa no México. Já é certo que de lá virá o sedã Cerato, que acaba de passar por uma reestilização recém-apresentada na Coréia do Sul. O modelo chegaria aqui em maio, com o atual motor 1.6 16V flex de 128 cv.

Continua após a publicidade
2016-kia-k3-forte-cerato-facelift-02.jpeg

Depois, será a vez do hatch Rio. Este deve estrear em agosto, durante os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. Como seu nome global é igual ao da cidade, a ideia é pegar carona no evento (patrocinado pela Nissan). Com o porte do Renault Sandero, maior que um hatch compacto e menor que um médio, o Rio deverá ter o mesmo motor do Cerato.

qr-676-via-segredo-04.jpeg

Por fim, se a matriz confirmar a fabricação do novo SUV KX3 no México, o Brasil também será beneficiado. Esse modelo foi lançado na China em março deste ano, como um SUV exclusivo do mercado local, mas a Kia estuda oferecê-lo em outros países emergentes. O KX3 tem dimensões compactas, próximas às de um Honda HR-V, com 2,59 metros de distância entre-eixos. Visualmente, ele parece um mini-Sorento.

qr-676-via-segredo-03.jpeg
Continua após a publicidade
Publicidade