Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Novo Toyota Land Cruiser tem fila de espera que chega a quatro anos

Além da grande procura, que se iniciou antes mesmo do lançamento, o SUV também sofre os efeitos da pandemia e da falta de componentes

Por Guilherme Fontana Atualizado em 25 jan 2022, 10h15 - Publicado em 25 jan 2022, 10h14

Após ter as suas rígidas regras de compra reveladas, o novo Toyota Land Cruiser agora tem mais um empecilho para quem quiser levá-lo para casa: a fila de espera pelo modelo já chega a quatro anos.

Assine a Quatro Rodas a partir de R$ 9,90

O prazo é confirmado pela própria Toyota, que divulga um comunicado em seu site no Japão, mais especificamente na página do SUV. Nele, a marca pede “sinceras desculpas pelo fato de o Land Cruiser ter sido muito bem recebido não apenas no Japão, mas também em todo o mundo” e que “espera-se que demore muito tempo para entregá-lo após o recebimento do pedido”.

O comunicado segue dizendo que, segundo a previsão de 19 de janeiro de 2022, “o prazo de entrega para encomendas pode ser de cerca de quatro anos”.

Land Cruiser
Muitos pedidos e pouca produção têm causado longa fila de espera Divulgação/Toyota
Continua após a publicidade

É fato que o modelo foi bem recebido mundo afora – antes mesmo de ser lançado, os pedidos de reserva ultrapassaram em 400% a expectativa da marca.

Porém, este não é o único motivo para a demora, já que a Toyota não está fora da crise global de componentes, além dos efeitos da pandemia da Covid-19. Mais do que isso, no início da produção do Land Cruiser, a fábrica responsável pela operação precisou ser fechada por um mês para tentar conter a propagação do coronavírus.

Interior do Toyota Land Cruiser 300Series visto dos bancos da frente
Interior do Toyota Land Cruiser 300 Divulgação/Toyota

Com a falta de unidades no mercado, os preços do modelo deverão disparar nos próximos meses. Por isso, em meados de 2021, a Toyota teria estabelecido algumas regras de comercialização do novo Land Cruiser, como a proibição de revenda do SUV durante um prazo de 12 meses. A medida procura evitar, entre outros problemas, que os carros caiam nas mãos de revendedores aproveitadores.

Compartilhe essa matéria via:

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital

A edição 754 de QUATRO RODAS já está nas bancas!
A edição 754 de QUATRO RODAS já está nas bancas! Arte/Quatro Rodas
Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Continue lendo, sem pisar no freio. Assine a QR.

Impressa + Digital

Plano completo da QUATRO RODAS! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da QUATRO RODAS, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Comparativo entre os principais modelos do mercado.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.

Receba mensalmente a QUATRO RODAS impressa mais acesso imediato às edições digitais no App QUATRO RODAS, para celular e tablet.

a partir de R$ 14,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao Site da QUATRO RODAS, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Comparativo entre os principais modelos do mercado.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.

App QUATRO RODAS para celular e tablet, atualizado mensalmente.

a partir de R$ 9,90/mês