Clique e assine por apenas 8,90/mês

Nova Trailblazer é revelada e confirma visual da S10

Mais do que apenas o visual da primeira reestilização do modelo, a apresentação do SUV revela ainda como ficará a nova S10 brasileira

Por Guilherme Fontana - Atualizado em 23 nov 2016, 20h47 - Publicado em 22 mar 2016, 14h36
Chevrolet Trailblazer
Primeira reestilização da Trailblazer dá mais sofisticação e robustez visual. São novos os faróis, o para-choque e a grade

O Salão de Bangkok, na Tailândia, revelou dois dos principais lançamentos da Chevrolet para o Brasil neste ano: as novas S10 e Trailblazer. Enquanto a primeira apareceu em formato conceitual, o utilitário esportivo já mostra suas linhas finais de forma limpa. A reestilização da Trailblazer tem estreia marcada para o segundo semestre deste ano no Brasil.

Chevrolet Trailblazer
A traseira permaneceu intacta: lanternas retangulares com leds e luzes de ré no para-choque

A mudança visual deu a atualização necessária à Trailblazer, que ficou mais agressiva por se aproximar dos irmãos maiores. Os faróis adoratam formato retangular e assinatura em leds, a grade ficou maior e com aparência de maior robustez, enquanto o para-choque tem novas linhas com aberturas mais agressivas. A traseira segue sem qualquer mudança, mantendo as lanternas iluminadas por leds e as luzes de ré instaladas no para-choque. Por ainda se tratar de um conceito, embora não pareça, as rodas são de 22 polegadas.

Chevrolet Trailblazer
Interior mudou completamente: ganhou linhas retilíneas e revestimentos com melhor aparência

Além do exterior, o interior do modelo revela uma surpresa pelo novo desenho. O painel deixou de lado as linhas arredondadas em favor de traços retilíneos, que transmitem maior sensação de solidez. A central multimídia (com tela de oito polegadas) ganhou destaque e os comandos do ar-condicionado agora são dispostos horizontalmente, não mais no círculo central. Ainda não há informações se as novidades serão mantidas para as novas S10 e Trailblazer brasileiras. Do antigo modelo, ficou apenas o volante.

Não há qualquer palavra sobre mudanças mecânicas no modelo. No Brasil, devem permanecer os motores V6 3.6 a gasolina e o 2.8 turbodiesel.

Publicidade