Clique e Assine QAUTRO RODAS por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Mitsubishi L200 2024 usa chassi da nova Frontier e tem potência da Hilux

Nova L200 Triton 2024 usa a mesma base da nova Nissan Frontier, tem motor turbodiesel de 204 cv e não abandona a tração integral

Por João Vitor Ferreira
Atualizado em 4 abr 2024, 16h09 - Publicado em 26 jul 2023, 13h24

A nova geração da Mitsubishi L200 Triton acaba de ser revelada na Tailândia. Esta não é uma atualização profunda como a promovida em 2015, mas quase uma revolução para a picape média da Mitsubishi, que agora tem novo motor e novo chassi que serão compartilhados com a próxima geração da Nissan Frontier.

Na dianteira, a Mitsubishi L200 está mais agressiva e quase irreconhecível. A grade mais reta estreita a relação visual com o novo Outlander e mantém os faróis separados, mas estão menos distantes e são separados por uma moldura em “C” cromada ou preta, dependendo da versão. As luzes diurnas de leds continuam bem finas e estão posicionados logo abaixo do capô, enquanto os faróis principais cresceram um pouco.

Mitsubishi L200 Triton
Traseira mudou pouco, mas a caçamba está mais baixa (Divulgação/Mitsubishi)

Na traseira, as mudanças foram mais contidas. As lanternas continuam verticais e a caçamba mantém os fortes vincos nas laterais e na tampa, que dá destaque ao logo da Mitsubishi. O para-choque também teve seu desenho revisado.

Continua após a publicidade
Compartilhe essa matéria via:

A principal mudança, porém, está no tamanho da caçamba. Ela está mais baixa na sexta geração, perdendo 4,5 cm. Dessa forma, a sua distância em relação ao solo chega aos 82,2 cm, facilitando o acesso ao compartimento de cargas.

Mitsubishi L200 Triton 2024
(Divulgação/Mitsubishi)

É interessante notar que a cabine perdeu a curva na junção com a caçamba, que era uma estratégia para aumentar o conforto no banco traseiro sem reduzir o compartimento de carga. Mas, no geral, a L200 2024 está maior em todas as dimensões: ficou 8 cm mais longa, 9 cm mais larga, 2 cm mais alta, enquanto a distância entre-eixos está 13 cm maior.

Continua após a publicidade

Suas novas medidas são  5,36 m de comprimento, 1,93 m de largura, 1,81 m de altura e 3,13 m.

Mitsubishi L200 Triton 2024
(Divulgação/Mitsubishi)

O novo chassi de longarinas, de acordo com a Mitsubishi, está “significantemente melhor” que o anterior. Ele teve seção transversal aumentada, melhorando a rigidez de flexão em 40% e a torcional em 60%. Além disso, a caçamba agora é constituída por mais aço de alta resistência, diminuindo o seu peso bruto, como informou a montadora.

Continua após a publicidade

Passando para o motor, a nova L200 Triton mantém o 2.4 turbodiesel, mas em três configurações diferentes. Na mais fraca, ele produz 149 cv e 33,6 kgfm, subindo para 183 cv e 43,8 kgfm, na intermediária e chegando aos 204 cv (mesma potência da Toyota Hilux) e 47,9 kgfm, na afinação mais forte. Vale lembrar que o motor da atual geração da picape vendida por aqui também é um 2.4 turbodiesel, mas sua potência e torque são de 190 cv e 43,9 kgfm.

Mitsubishi L200 Troton
A Mitsubishi anunciou que o motor é novo, mas não especificou as mudanças feitas (Divulgação/Mitsubishi)

Independente dos seus números, o motor poderá receber câmbio manual ou automático, ambos com seis marchas, e a tração poderá ser 4×4 integral ou traseira. Para os modelos 4X4 a Mitsubishi traz os sistemas Easy Select 4WD e Super Select 4WD-II.

Os sistemas atuam com um diferencial de deslizamento limitado com detecção de torque central, que distribui o torque em uma proporção de 40% na dianteira e 60% na traseira. O  Super Select permite ao motorista selecionar entre os modos de tração 2H (tração traseira), 4H (4X4 integral), 4HLc (diferencial central bloqueado) e 4LLc (diferencial central bloqueado com reduzida). 

Continua após a publicidade
Mitsubishi L200 Triton 2024
(Divulgação/Mitsubishi)

Esses modos de tração podem ser alternados de acordo com o modo de condução escolhido pelo motorista. São sete ao todo: Normal, Eco, Gravel (cascalho), Snow (neve), Mud (lama), Sand (areia) e Rock (pedras).

Compartilhe essa matéria via:

Outra exclusividade é o controle ativo de curvas, que ajuda a melhorar a estabilidade das curvas, aplicando o freio levemente na roda dianteira interna. Já a suspensão foi revisada e tanto a traseira, quanto a dianteira são do tipo duplo A. 

Continua após a publicidade
Mitsubishi L200 Triton 2024
(Divulgação/Mitsubishi)

Na frente, o braço superior da suspensão foi movido para cima para aumentar o curso em 20 mm, o que, segundo Mitsubishi, melhora a aderência da picape e o conforto. As molas também foram trocadas por um conjunto mais leve na dianteira, enquanto os amortecedores ficaram mais espessos.

Mitsubishi L200 Troton
(Divulgação/Mitsubishi)

Sobre a cabine, a Mitsubishi não quis dar muitos detalhes. Pelas imagens, é possível ver que passou a ter linhas mais retas que alinham a central multimídia destacada com o console central. Ainda tem ar-condicionado de duas zonas que preserva os botões físicos e seletor giratório para os modos de tração. Mas o quadro de instrumentos continua com mostradores analógicos com uma tela colorida no meio. 

Na parte de segurança, a picape está equipada com pacote ADAS completo, que inclui frenagem de emergência autônoma, monitoramento de ponto cego, alerta de tráfego cruzado traseiro, assistência de manutenção de faixa e controle de cruzeiro adaptativo.

Mitsubishi L200 Troton
(Divulgação/Mitsubishi)

A nova Mitsubishi L200 Triton já está à venda na Tailândia em versões com cabine simples, dupla ou estendida. e deve chegar em outros mercados asiáticos e da Oceânia até o fim do ano.

No Brasil, a quinta geração é produzida em Catalão (GO) e ainda não há informações se ela será substituída pela sexta ou se a novidade chegará importada em um primeiro momento, como já aconteceu no lançamento das duas últimas gerações.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.