Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Mini passa a converter seus carros clássicos em elétricos

As conversões são realizadas só com veículos antigos e a marca ainda não revela quantas unidades é capaz de converter e muito menos o preço do serviço

Por Isadora Carvalho Atualizado em 26 jan 2022, 10h08 - Publicado em 26 jan 2022, 01h05

Os mais puristas não ficarão muito felizes com essa notícia: a Mini vai começar a transformar seus modelos clássicos em elétricos. 

Assine a Quatro Rodas a partir de R$ 9,90

A ideia surgiu após a reação positiva do público com um Mini EV clássico apresentado no Salão do Automóvel de Nova York em 2018. A partir daí uma equipe dedicada da fábrica de Oxford da empresa começou a trabalhar e desenvolveu um projeto para converter os Mini clássicos em EVs em maior escala.

MINI-Recharged-1
A equipe que desenvolveu o projeto de conversão dos Mini Divulgação/Mini

Os clássicos terão seus motores a gasolina originais substituídos por um motor elétrico que pode desenvolver até 121 cv, o suficiente para alcançar os 100 km/h em cerca de nove segundos. 

Além do motor elétrico, os veículos serão equipados com uma “bateria de alta tensão” que permite uma autonomia estimada em cerca de 160 km. Isso não é muito, mas a intenção da Mini é que esses modelos sejam destinados ao perímetro urbano. Bem, nós também não conseguimos autonomia muito maior que isso com o Mini SE atual

Continua após a publicidade

MINI-Recharged-5
Divulgação/Mini

A grande sacada deste projeto de conversão é que o motor original não é simplesmente descartado. A marca britânica se compromete a identificar e armazenar cada bloco para que possa ser reinstalado no carro, caso o proprietário queira. 

Compartilhe essa matéria via:

Também vale a pena notar que a conversão não mexe com a aparência icônica do carro. Não vai além da adição de uma porta de carregamento e do quadro de instrumentos revisado, com medidores de inspiração retrô mostrando a temperatura do motor, alcance, velocidade e a marcha selecionada.

MINI-Recharged-1
Divulgação/Mini

As conversões serão realizadas no Reino Unido e “futuras colaborações também estão planejadas como parte do programa MINI Recharged, permitindo que artistas conhecidos expressem sua criatividade com designs MINI clássicos especialmente projetados”, disse um executivo da marca.

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

Quatro Rodas 753 janeiro 2022 (1)

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Continue lendo, sem pisar no freio. Assine a QR.

Impressa + Digital

Plano completo da QUATRO RODAS! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da QUATRO RODAS, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Comparativo entre os principais modelos do mercado.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.

Receba mensalmente a QUATRO RODAS impressa mais acesso imediato às edições digitais no App QUATRO RODAS, para celular e tablet.

a partir de R$ 14,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao Site da QUATRO RODAS, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Comparativo entre os principais modelos do mercado.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.

App QUATRO RODAS para celular e tablet, atualizado mensalmente.

a partir de R$ 9,90/mês