Clique e assine por apenas 8,90/mês

Mercedes-Benz E63 AMG

Nova geração traz estilo sedutor, mais potência e tração integral

Por Vitor Matsubara - Atualizado em 9 nov 2016, 07h57 - Publicado em 10 jan 2013, 11h01
lancamentos

A renovação da linha Classe E segue a pleno vapor na Alemanha. Depois de mostrar a nova geração das versões sedã, perua, cupê e cabriolet, quem ganhou cara nova foi o E63 AMG. Com estreia agendada para o Salão de Detroit, ele eleva o design já esportivo do sedã a um novo patamar, “culpa” do kit aerodinâmico composto por itens como novos para-choques com entradas de ar maiores na dianteira, rodas de liga leve exclusivas e um difusor de ar frontal que melhora o fluxo de ar debaixo do veículo.

Das quatro saídas de escapamento trapezoidais sai um ronco encorpado, já conhecido dos entusiastas dos carros da AMG. O responsável pela sinfonia é o motor 5.5 V8 biturbo, o mesmo utilizado na geração anterior, mas recalibrado para entregar 557 cv a 5.500 rpm e torque máximo de 73,4 mkgf entre 1.750 e 5.250 rpm.

Dados fornecidos pela Mercedes-Benz indicam aceleração de 0 a 100 km/h em 4,2 segundos, sendo que a inédita versão com tração integral (conhecida como 4MATIC) cumpre a tarefa em apenas 3,7 segundos no caso do sedã e 3,8 segundos na perua. Haverá também a oferta da versão S-Model, equipada com tração traseira, 585 cv e torque máximo de 81,5 mkgf. Nesta opção, o carro vai de 0 a 100 km/h em 3,6 segundos no sedã e 3,7 segundos na perua. Independente da configuração escolhida, todas chegam aos 250 km/h. A versão S-Model traz rodas de liga leve de 19 polegadas e spoiler frontal com acabamento prateado.

O novo E63 AMG usa a transmissão automática de sete velocidades AMG SPEEDSHIFT MCT, que oferece quatro modos de condução, batizados de C (Controlled Efficiency, voltada para a economia de combustível), S (Sport), S+ (Sport Plus) e M (Manual). Discos de freio de cerâmica com 360 milímetros de diâmetro serão oferecidas à parte, com pinças prateadas na versão AMG e vermelhas na S-Model.

Publicidade