Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

McLaren 650S Spider Can-Am homenageia categoria de competição americana

Somente 50 unidades serão produzidas e vendidas globalmente

Por Rodrigo Furlan Atualizado em 9 nov 2016, 14h42 - Publicado em 9 out 2015, 13h13
fabricantes

A McLaren resolveu pagar um tributo à Can-Am, categoria de automobilismo baseada na América do Norte que completará 50 anos de sua fundação em 2016 (foi extinta em 1987). Para isso, desenvolveu a 650S Spider Can-Am, série especial limitada a 50 unidades, com venda liberada para todos os mercados do planeta. No Reino Unido, sede da montadora, o preço foi definido em 255.850 libras esterlinas, o equivalente a R$ 1,5 milhão na cotação de quinta-feira (8).

mclaren-650s-spider-can-am-2.jpeg

A homenagem não é ocasional. A McLaren foi uma grande vencedora da Can-Am, tendo sido coroada campeã por equipes em cinco temporadas consecutivas, entre os anos de 1967 e 1971. Nesse período, grandes pilotos conduziram a equipe, incluindo o próprio Bruce McLaren, o norte-americano Peter Revson, que viria a correr na Fórmula 1 com algum sucesso (duas vitórias) e o campeão mundial de 1967, o neozelandês Denny Hulme.

mclaren-650s-spider-can-am-3.jpeg

Como é possível notar nas fotos, os modelos utilizados naquela época foram tomados como inspiração pela McLaren ao escolher o 650S Spider para essa homenagem, dada sua semelhança em termos de formato de carroceria. Para complementar, o esquema de cores também é semelhante, com base vermelha (há opção de laranja e preto) e faixas laterais e outros detalhes em branco. O novo esportivo também tem inserções mais escuras e muita fibra de carbono em sua construção, incluindo capô, para-choque traseiro, splitter dianteiro, entre outros itens.

Continua após a publicidade

mclaren-650s-spider-can-am-4.jpeg

O 650S Spider Can-Am também traz rodas forjadas com acabamento em preto brilhante, inspiradas naquelas dos veículos competidores dos anos 1960, revestidas com pneus Pirelli P Zero Corsa. Já os freios são de cerâmica, com pinças pretas. Na parte de trás, estão presentes dois pares de ponteiras de escapamento feitas em aço inoxidável polido. Por dentro, acabamento de fibra de carbono, revestimento dos bancos esportivos de couro Alcantara e plaquetas da edição especial na porta do motorista.

mclaren-650s-spider-can-am-5.jpeg

Apesar de a homenagem ser feita a carros de competição, a McLaren não fez nenhuma alteração no conjunto mecânico do 650S Spider Can-Am que sugira um perfil de pista para o modelo. Assim, está mantido o motor 3.8 V8 biturbo de 650 cavalos de potência e 68,6 mkgf de torque, que permite que o carro acelere de 0 a 100 km/h em três segundos e alcance a velocidade máxima de 329 km/h.

VEJA MAIS– McLaren 650S Spider feita pela MSO será lançada em Goodwood– McLaren 650S Spider Nürburgring 24H Edition: nome longo, quantidade limitada

Continua após a publicidade

Publicidade