Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Marcha a ré: os destaques de QUATRO RODAS em junho de…

De 1966 a 2006, uma viagem no tempo para relembrar o que já foi notícia na revista de automóveis mais tradicional do país

Por Redação Atualizado em 23 nov 2016, 21h11 - Publicado em 10 jun 2016, 20h57
Junho de 1976
O comparativo entre Alfa 2300, Maverick, Dart, Opala e Galaxie

1976 – a briga dos sedãs de luxo

A edição 191 reunia os maiores e os mais luxuosos sedãs de quatro portas à venda na época no Brasil: Alfa Romeo 2300, Ford Galaxie, Opala Comodoro, Dodge Dart Sedan e Ford Maverick. Ordenados por seus respectivos preços, os modelos brigavam por (muito) espaço na garagem dos brasileiros com luxo, desempenho e estilo. No fim dos testes, o Opala se consagrou o grande vencedor por seu bom conjunto. Apesar disso, Galaxie e Dart mostraram-se os mais luxuosos, enquanto o Maverick era o de melhor desempenho. O Alfa não venceu em nenhhum quesito – o que deve ter deixado os fãs da marca revoltados. Para ler o comparativo, clique aqui.

Antecipando um assunto muito presente nos dias atuais, a edição mostrava ainda as possibilidades de personalizações mecânicas para o Passat da época. Carburadores, anéis, pistões e coletores de escape e admissão diferenciados deixavam o VW mais potente, econômico e com chances de chegar a até 170 km/h. O teste de 30.000 km com o Fusca e o segredo de três VW inéditos também estavam presentes.

1966 e 1986
Capas das edições de junho de 1966 e junho de 1986

1966 – carro tubarão

A capa da edição 71, de 1966, destacava o teste do Mako Shark II. Projetado pelo então chefe do centro de estilo da GM, Bill Mitchell, o modelo trazia a inspiração nos tubarões (grande paixão de Mitchell) não apenas no nome. As formas aerodinâmicas e a pintura em dois tons antecipavam a bravura do cupê de 500 cv.

Continua após a publicidade

1986 – a família cresceu

A recém-chegada Fiat Elba encarava seu primeiro comparativo com ninguém menos que a rival VW Parati. O duelo foi acirrado, com a Parati ganhando nos quesitos de maior confiabilidade mecânica e desempenho, enquanto a Elba se destacava em espaço e visual e concepção modernas. Com isso, a Fiat foi a vencedora. Entre os testes da edição estavam os novos Gurgel Carajás, Del Rey Ghia e Chevette SL — sem contar a revelação do segredo do Escort 87.

1996 e 2006
Capas das edições de junho de 1996 e junho de 2006

1996 – segredos digitais

QUATRO RODAS começava a entrar na era digital. A edição 431 ficou conhecida por revelar o primeiro segredo da publicação recebido via Internet — era o caso do novo Polo Classic, que apontava para a ressurreição do nome Voyage. Outros furos eram a inédita perua Corsa, que seria lançada apenas um ano depois e foi flagrada sem qualquer tipo de disfarce, além do Escort 97, que ganharia o mesmo visual do modelo europeu e motor de 16V. Trouxemos ainda o teste do mítico Audi RS 2 e do BMW Série 5.

2006 – novatos versus veteranos

O Melhor Compra elegia os melhores carros, de seus respectivos segmentos, para ocupar sua garagem. O estreante New Civic levou o título de grande campeão de 2006, tomando o lugar do irmão menor, o Honda Fit, vencedor em 2005. O sedã levava para casa também a vitória do comparativo contra os rivais Renault Mégane, Toyota Corolla e Chevrolet Vectra, que mostrava a explosão do segmento da época. No veredicto, quatro observações: o Vectra era caro e decepcionava no motor, o Corolla já mostrava sinais do tempo, o Mégane surpreendia pelo bom conjunto e o Civic possuía, apesar de todos os bons atributos, um pequeno porta-malas que se tornou a principal reclamação daquela geração.

Continua após a publicidade
Publicidade