Clique e assine por apenas 8,90/mês

Londres terá concurso de elegância só para conversíveis dos anos 60

O London Concours irá homenagear a era de ouro dos conversíveis com mais de 100 modelos expostos

Por Isadora Carvalho - Atualizado em 17 ago 2020, 09h59 - Publicado em 16 ago 2020, 10h01
Concurso vai reunir cerca de 100 carros dos anos 60 Divulgação/Quatro Rodas

Após a pausa forçada devido à pandemia do coronavírus, os eventos automotivos começam a acontecer. Desde fevereiro, a Europa não realiza evento algum, mas o London Concours, realizado no centro de Londres, na Inglaterra, quebrará esse jejum em grande estilo.

O London Concours acontecerá entre os dias 19 e 21 de agosto e será palco dos conversíveis mais icônicos de todos os tempos. O concurso de elegância será em homenagem à década de 1960. Uma época em que se denomina “a era de ouro dos conversíveis”.

Quer ter acesso a todos os conteúdos exclusivos de Quatro Rodas? Clique aqui e assine com 64% de desconto.

Entre os destaques do evento estão Jaguar E-Type, Ferrari 330 GTS, Alfa Romeo Junior Spider e Aston Martin DB2. Cerca de 100 carros serão reunidos para o evento, que será realizado na sede da Honorable Artillery Company.

O London Concours aconteceu pela primeira vez em 2012, no Castelo de Windsor, e já em seu primeiro ano ganhou prêmios de prestígio pela participação de modelos raros.

Em 2017, o concurso foi transferido para o jardim da sede da Honorable Artillery Company, considerada o segundo corpo militar mais antigo do mundo e se destaca pela arquitetura icônica, que data de 1547.

O evento acentua a elegância da realeza britânica, porém não serão apenas modelos ingleses que brilharão, a beleza de alguns italianos podem ofuscar esse brilho, como é possível conferir abaixo.

Aston Martin DB2

Aston Martin DB2 Divulgação/Quatro Rodas

O DB2 Drophead Coupé é um carro que foi comprado em 1950 pelo príncipe Bertil, da Suécia, um amigo pessoal de David Brown, então proprietário da Aston Martin. O DB2 tem motor de 2,6 litros com seis cilindros em linha reta aninhado em um chassi tubular leve.

Continua após a publicidade

Ferrari 330 GTS

Ferrari 330 GTS Divulgação/Quatro Rodas

O modelo 330 chegou em 1966 como um substituto do icônico 275 GTS e foi posicionado como o GT mais impressionante da linha de carros de estrada da marca italiana na época. Ao todo, foram fabricados apenas 330 exemplares dessa Ferrari conversível.

Jaguar E-Type 3.8

Jaguar E-type, um dos carros mais lindos da história do automóvel Divulgação/Quatro Rodas

Um carro que o próprio Enzo Ferrari considerou o modelo mais bonito de todos os tempos. Com motor XK de 3,8 litros, a velocidade máxima era de 150 km/h e o preço era relativamente baixo, em torno de 2.000 euros (atualmente cerca de 45.000 euros).

Fiat Dino Spider

O Dino Spider, da Fiat: Esportivos de baixa renda. Divulgação/Quatro Rodas

Uma Ferrari para os menos abastados. O Fiat Dino Spider foi um motivo para a Ferrari homologar seu motor V6 para a competição de Fórmula 2. Faz de 0 a 60 km/h em 7 segundos e a uma velocidade de 130 km/h. Foram fabricadas 500 unidades ao todo.

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

 

Fernando Pires/Quatro Rodas
Continua após a publicidade
Publicidade