Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Locadoras dão desconto para motoristas dirigirem no Uber com carro alugado

Localiza, Unidas e Movida participam do convênio firmado por aplicativo

Por Vitor Matsubara Atualizado em 9 nov 2016, 15h00 - Publicado em 1 jul 2016, 14h56
Uber

O Uber fechou acordos com várias locadoras de veículos de São Paulo para facilitar a locação de veículos para transporte de passageiros.

Segundo informações do jornal Agora São Paulo, os descontos vão de 10% a 20% em relação aos valores de locação mensal – que variam de R$ 1.400 a R$ 3.000. Trata-se de uma solução mais fácil para quem não possui automóvel ou é proprietário de um veículo que não atende às exigências impostas pelo aplicativo.

A reportagem cita o caso de um desempregado que planeja pagar R$ 534 por semana pelo aluguel de um Ford Ka, e que espera obter uma renda de até R$ 250 por dia com uma jornada de 12 horas ao volante.

De acordo com o Uber, Localiza, Movida e Unidas fazem parte do convênio, que normalmente já inclui o valor do seguro. As locadoras exigem que o locatário já seja cadastrado no Uber e seja habilitado há pelo menos dois anos. O jornal afirma que a prefeitura de São Paulo “não vê ilegalidade nos convênios do Uber com as locadoras”.

A medida parece vir de encontro ao crescimento do número de motoristas do Uber que não possuem carro próprio, e que acabam alugando veículos de terceiros. Há casos de frotistas que já acumulam até 60 carros alugados para outros motoristas do serviço, num esquema semelhante ao que já ocorre com os táxis.

Por outro lado, são cada vez maiores as reclamações de que os ganhos oriundos do Uber estão diminuindo. Em abril, uma reportagem da Veja São Paulo listou uma série de casos de motoristas que abandonaram o serviço após constararem quedas nos rendimentos líquidos. Segundo a matéria, isso estaria ocorrendo devido ao número excessivo de pessoas que passaram a trabalhar para a empresa.

Continua após a publicidade
Publicidade